quarta-feira, 23 de dezembro de 2020

A videira e os seus bagos sofreram modificações ao longo dos séculos...

 Rhodoginus (Lectiones antiquoe) afirma que a primeira vinha foi encontrada em Plinthina. Mas segundo uma lenda muito conhecida, Baco (Dionísios), ensinou a cultivar vinha aos índios "que ele conquistou com um exército de homens e de mulheres armados de tirsos carregados cheios de uvas, como de frechas se tratasse"...

Foi na época paleocénica que se encontrou a primeira Vitis (V. Sezannesis) parecida com a V.Rotundifolia de Michaux, uma silvestre na América. "De rerum inventione”,1699.

Ao longo dos séculos a videira e os seus bagos sofreram modificações.

No período neolítico na Europa central, as de toda a era de bronze em Itália e na Bósnia, assim como as dos princípios da era do bronze na Grécia, confirmam , opiniões várias, que nestas regiões apenas existia a Videira Brava. “Lectiones antiquae”.

Segundo Ezler (Izagoge phisico magico, medicale,1630), Noé começou a plantar vinha e a espremer os bagos de uva... por ter solto um bode em Coricum, uma montanha da Cilicia, que comera uvas da vinha selvagem, hoje denominada de Labrusca... ficando embriagado atacou outros animais às marradas. Noé vendo tal coisa achou por bem começar a plantar a Labrusca e tratando-a com todo o cuidado, inclusivamente regando-a com sangue de leão, "para a reconfortar em espírito" e de "sangue de cordeiro místico" para a tirar do seu estado selvagem...tendo as videiras dado belíssimas uvas. .”Theologia Vitis Vinífera”, 1614



Curiosamente na época doseuros na Ilha Terceira, nos azureus, ainda existe uma zona conhecida por Vinha Brava onde, em décadas do século passado, funcionou uma autêntica "escola agrícola", na Estação Agrária da Ilha Terceira, com várias fruteiras e entre estas a videira, a cargo do Sr. Engenheiro Fernando Codorniz e mais tarde do Sr. Engenheiro António Carvão. Nessa época os pomares e vinhas da Ilha Terceira eram controlados no terreno... começando pelo nome do local, a forma de exploração, estrutura fundiária, porta enxertos, solo e respectivas análises, entre outras, (desde a plantação até á colheita dos frutos) pelos técnicos da mesma Estação Agrária. .../...

 Mais para norte da Ilha encontra-se o território Da Resistência, com o seu torreão altaneiro, com mastro de navio...Neste mesmo espaço tentou-se obter uma nova videira resistente a pragas crónicas nos azureus ...o resultado do cacho e dos seus bagos... é o que a foto nos mostra...“εκρηκτικά σταφύλια”,23 Dezembro 2006.

Blogue Bagos de Uva ... 14 anos de Resistência...

Obrigado por tudo... aos seguidores, visitantes, colaboradores/colaboradoras  e outros/outras. 



segunda-feira, 21 de dezembro de 2020

# Boas Festas...

...para todos os seguidores, visitantes, colaboradores e outros. 




 

sábado, 19 de dezembro de 2020

CASA AGRÍCOLA BRUM 1890 / 2020



 1890-2020
5 Gerações - 3 Séculos distintos


Centenária Casa Produtora de Vinho da Região Demarcada dos Biscoitos, Ilha Terceira, fundada por Francisco Maria Brum a 2 de Fevereiro de 1890.

130 Anos  de História de uma Família Açoriana, que há Cinco Gerações se dedica à produção vitivinícola na Região dos Biscoitos- Ilha Terceira - Açores.

A Casa Agrícola Brum é também detentora do Museu do Vinho dos Biscoitos (1990-2020) espaço etnográfico dedicado à cultura da Vinha e do Vinho nos Açores.

HORÁRIO : 13h30-16h00 SCHEDULE: 1H30 PM - 16H00 PM

ENCERRADO: Domingo e 2.ª Feira / CLOSED: Sundays and Mondays

ENTRADA e SAÍDA: livre

Desde Abril pp (2020) com as medidas de higiene e segurança, recomendadas pelas autoridades, nomeadamente:

Uso da máscara ... os olhos são as alampadas do corpo...

A distância mínima de dois metros entre as pessoas...ou mais, se preferirem...

A disponibilização de dispensadores de soluções líquidas de base alcoólica a todos os visitantes e clientes. 

O detector dos "semeadores" ... entra o vinho sai a verdade...


CASA AGRÍCOLA BRUM  130º ANIVERSÁRIO » AQUI

BRUM  130 ANOS DE TRADIÇÃO » AQUI


terça-feira, 15 de dezembro de 2020

Compilação da imprensa (104)

Ver os anteriores


LUÍS MENDES, PRESIDENTE DA AGAVI-AÇORES

Produtores dos Biscoitos
não certificam os seus vinhos
O Vinho dos Biscoitos (Ilha Terceira)deve ser valorizado pelas suas especialidades. O Presidente da AGAVI-Açores, Luís Mendes, realça que os Vinhos dos Biscoitos são apreciados dentro e fora de portas.
            no Diário Insular de 22.11.2020
                                     



 Certificação de dois vinhos de qualidade:
um do Pico e outro dos Biscoitos (1997) Aqui

Verdelho dos Biscoitos -
Primeiro Vinho Certificado dos Biscoitos (Ilha Terceira)

no Diário de Notícias (DN 1998) »Aqui

BRUM - UM VINHO DOS AÇORES
BISCOITOS-ILHA TERCEIRA (1998)» Aqui

Efemérides Açorianas - Novembro (10) »Aqui

Torreão/Mirante da Adega Brum sinaliza a qualidade dos viticultores e das Adegas biscoitenses »Aqui

Outras "Parras" :

Planta da Freguesia dos Biscoitos (ano 1830) aqui

Plantas Vasculares nas Vinhas dos Biscoitos (ano 1971) aqui.

"A vinha perde-se e a população nada ganha" (ano 1994) aqui.

"Região de Biscoitos, nos Açores - Casas em vez de vinhas" - Santos Mota (ano 1994) - aqui.

"Biscoitos: que futuro? "-José Aurélio Almeida (ano 1996) - aqui.

"As Vinha dos Biscoitos" -Bailinho de Carnaval da Freguesia das Fontinhas. (ano 1997) aqui.

Pisa e Mosto (1997) aqui

Sinónimos- Casta Terrantez da Terceira -Aqui

"Uma virada nos Biscoitos"(Açores)- (ano 1998) aqui.

O viticultor açoriano está envelhecido (ano 1998/99) aqui

“Provedor de Justiça dá razão à Confraria” (ano 1999) aqui.

“Museologia de Interpretação da Paisagem Ecomuseu dos Biscoitos, da ilha Terceira” - por Fernando Santos Pessoa (ano de 2001) aqui.

"Carta de risco geológico da Terceira" (ano ano 2001) aqui.

"Paisagem Báquica - Memória e Identidade" - Aurora Carapinha (ano 2001) aqui.

“A Paisagem Açoriana dos Biscoitos” - por Gonçalo Ribeiro Telles (ano 2002) aqui.

"Fadiga sensorial" (ano 2007) aqui.

"Defender curraletas!" (ano 2007) aqui.

"Tutores" (ano 2007) aqui.

"Rememorando as origens dos Biscoitos nos séculos XV e XVI"- por Rute Dias Gregório (ano 2008) aquiaqui e aqui.

“A Vinha, o Vinho dos Biscoitos e o Turismo” - por Margarida Pessoa Pires (ano 2009) aqui.


"O Aditivo"- por Francisco dos Reis Maduro-Dias -ano de 2009 Aqui

A Casa Agrícola Brum tem nova administração - ANO de 2010 AQUI

Biscoitos de Lava para os “sete magníficos” (ano 2011) aqui

"Acerca do vinho" -por Francisco Maduro-Dias (ano 2011) Aqui

Produção de vinho nos Biscoitos em 2015 - Aqui

Garrafa Comemorativa do 125.º Aniversário da Casa Agrícola Brum - 2015 - Video Aqui

BRUM - 130 DE TRADIÇÃO - 1890-2020 -  Aqui

terça-feira, 1 de dezembro de 2020

EFEMÉRIDES AÇORIANAS - DEZEMBRO (12)

Praia da Vitória-Foto de José da Silva Maia .Ano 1897

1.2018-Paulo de Carvalho, sobe ao palco do Auditório do Ramo Grande, Praia da Vitória, acompanhado pelo pianista cubano Victor Zamora.Este evento tem  o apoio da Associação Mutualista Montepio.

2.1934- São proibidas as bênçãos matrimoniais até ao dia de Natal, 25 de Dezembro.

3.1876- É fundada a Sociedade Filarmónica da Santa Bárbara (Ilha Terceira).

4.1873- É instituída a Filarmónica de Recreio Serretense, freguesia da Serreta (Ilha Terceira.

5.1818- A família Dabney exporta Vinho Faial com destino a Inglaterra.

6.1999- A Confraria do Vinho de Verdelho dos Biscoitos (Ilha Terceira) faz-se representar pela Confreira Irene Ataíde, na recepção oferecida pelo Presidente da República Portuguesa, para assinalar o contributo da Cultura na afirmação de Portugal. Cerimónia realizada no Palácio Nacional da Ajuda, em Lisboa.

7.2005- Falece na Ilha Terceira Carlos Alberto Tavares Soares, natural de Ponta Garça, Ilha de São Miguel. Foi bancário, animador cultural do INATEL entre outras actividades ligadas à cultura.

8.1940- É inaugurado no Pico Martim Simão na freguesia dos Altares (Ilha Terceira) o Cruzeiro da Independência.

9.1919- É criada a freguesia da Fazenda das Lajes na Ilha das Flores.

10. 1539- Nasce na freguesia da Sé (Angra do Heroísmo) João Dias do Carvalhal.

11.1946- Tem Alvará a Federação de Cooperativas de Lacticínios do distrito de Angra do Heroísmo. Mais tarde tomou o nome de Federação de Cooperativas de Lacticínios da Ilha Terceira. A 01 de Julho de 1960: União das Cooperativas de Lacticínios Terceirense, S.A.R.L. – UNICOL. 
  
12. 1831-Nasce em Ponta Delgada Ernesto do Canto. 

13.1968- É concluída a Estalagem das Lajes na Ilha das Flores.

14.1930- Sofre obras de beneficiação o Jardim Público junto à Torre do Relógio na cidade da Horta.

15.2012- Termina em Ponta Delgada, Ilha de São Miguel, o Colóquio Internacional "Territórios, agentes e dinâmicas imperiais".

16.1871- Nasce na Praia da Vitória António Joaquim de Sousa júnior.

17.1812- D. João VI nomeia D. Alexandre Bispo de Angra.

18. 1891- Falece na Horta Professor António Lourenço da Silveira Macedo, foi historiador e político.

19. 1901- Nasce na Praia da Vitória Vitorino Nemésio Mendes Pinheiro da Silva. Escritor, Poeta e Romancista.

20. 1820- Nasce em Ponta Delgada, Ilha de São Miguel, o ilustre açoriano José do Canto .

21.1913-Falece no Brasil o sacerdote católico José Joaquim de Sena Freitas natural de Ponta Delgada, Ilha de São Miguel.

22.1918-O último censo indica que a população da Ilha do Corvo é de 744 habitantes.

23.1962- Chega a Água d’Alto, Ilha de São Miguel, a energia eléctrica. 

24.1857- Em sessão da Câmara Municipal da Horta é decidido fazer um jardim público junto à Torre do Relógio.

25-1948- É inaugurada a iluminação eléctrica de Santa Cruz das Flores.

26.1966- É inaugurado, na Ilha de São Miguel, o ramal entre Porto Formoso e São Brás.

27.1872- Tem alvará a Fábrica de Tabaco Aliança na Ilha de São Miguel.

28.1969- É inaugurada na Ilha das Flores a sede da Sociedade Filarmónica Dr. Armas da Silveira.

29.1940- A Ribeira Grande, Ilha de São Miguel, tem novo edifico dos Correios.

30.1940- Começa a funcionar na Povoação, Ilha de São Miguel, a Casa do Correio.

31. 1951- A estrada entre Santa Cruz e Lajes , na ilha das Flores, é “inaugurada” ainda antes de ser acabada.

Fontes: Arquivos de José da Silva Maya, Álvaro de Castro Meneses, “Revista Ilha Terceira”, Boletim do Instituto Histórico da Ilha Terceira Vol.XLIX , “Almanaque Açores”, Boletim Municipal CMAH-


domingo, 22 de novembro de 2020

Compilação da imprensa (103)

Os anteriores AQUI 

A  DELEGAÇÃO DOS AÇORES DA AGAVI-ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA PARA A PROMOÇÃO DA GASTRONOMIA E VINHO PROMOVE INICIATIVA NA PRAIA DA VITÓRIA


TERCEIRA DEVE ORGULHAR-SE DOS VINHOS DOS BISCOITOS

                                                                                              in Diário Insular 20.10/2020


"O Vinho Branco dos Biscoitos da cava à libertação".

 Outras "Parras" :

Planta da Freguesia dos Biscoitos (ano 1830) aqui

Plantas Vasculares nas Vinhas dos Biscoitos (ano 1971) aqui.

"A vinha perde-se e a população nada ganha" (ano 1994) aqui.

"Região de Biscoitos, nos Açores - Casas em vez de vinhas" - Santos Mota (ano 1994) - aqui.

"Biscoitos: que futuro? "-José Aurélio Almeida (ano 1996) - aqui.

"As Vinha dos Biscoitos" -Bailinho de Carnaval da Freguesia das Fontinhas. (ano 1997) aqui.

Pisa e Mosto (1997) aqui

Sinónimos- Casta Terrantez da Terceira -Aqui

"Uma virada nos Biscoitos"(Açores)- (ano 1998) aqui.

O viticultor açoriano está envelhecido (ano 1998/99) aqui

“Provedor de Justiça dá razão à Confraria” (ano 1999) aqui.

“Museologia de Interpretação da Paisagem Ecomuseu dos Biscoitos, da ilha Terceira” - por Fernando Santos Pessoa (ano de 2001) aqui.

"Carta de risco geológico da Terceira" (ano ano 2001) aqui.

"Paisagem Báquica - Memória e Identidade" - Aurora Carapinha (ano 2001) aqui.

“A Paisagem Açoriana dos Biscoitos” - por Gonçalo Ribeiro Telles (ano 2002) aqui.

"Fadiga sensorial" (ano 2007) aqui.

"Defender curraletas!" (ano 2007) aqui.

"Tutores" (ano 2007) aqui.

"Rememorando as origens dos Biscoitos nos séculos XV e XVI"- por Rute Dias Gregório (ano 2008) aquiaqui e aqui.

“A Vinha, o Vinho dos Biscoitos e o Turismo” - por Margarida Pessoa Pires (ano 2009) aqui.

"O Aditivo"- por Francisco dos Reis Maduro-Dias -ano de 2009 Aqui

A Casa Agrícola Brum tem nova administração - ANO de 2010 AQUI

Biscoitos de Lava para os “sete magníficos” (ano 2011) aqui

"Acerca do vinho" -por Francisco Maduro-Dias (ano 2011) Aqui

S. Pedro e S. Paulo .../... Quinta-feira dos compadres  (Carnaval na Ilha Terceira -16/02/2017)aqui

Produção de vinho nos Biscoitos em 2015 - Aqui

Garrafa Comemorativa do 125.º Aniversário da Casa Agrícola Brum - 2015 - Video Aqui

BRUM - 130 DE TRADIÇÃO - 1890-2020 -  Aqui

quinta-feira, 19 de novembro de 2020

VIDA - Provérbios e Pensamentos


Vinha Verdelho com Vida há 30 anos 
(Adega Brum-Ilha Terceira-Açores)


- "A vida é uma planta, cujos frutos são muitas vezes amargos."

- "A vida humana se reduz a estes três pontos: O passado, cuja perda é irreparável: O presente, que se desvanece como o relâmpago, e cuja fuga nada pode retardar, e o impenetrável futuro, que se rouba á nossa inquieta curiosidade e à nossa viva impaciência."

- "A infância ensaia a vida, a mocidade abusa dela, a idade madura a perde em projectos insensatos, a velhice a contempla com saudade."

- "Das duas coisa da vida a mais ligeira é o pensamento, a mais poderosa a necessidade, a mais sábia o tempo, a mais bela o mundo."

-"A vida para uns é um lago pacífico, para outros uma impetuosa torrente."

- "A vida a mais doce é como a superfície de uma onda pacífica, que a queda de uma flor faz oscilar."

- "De toda a nossa propriedade, a mais incerta e a menos segura é a vida."

- "Não há coisa que mais se deseje conservar, e que menos se poupe, que a vida."

- "A maior parte dos humanos empregam metade da vida a tornar a outra miserável."

- "Arrufamo-nos algumas vezes com a vida; mas os nossos arrufos terminam por a amarmos com mais extremo."

- "Viver é gozar e sofrer; resistir e batalhar com as coisas, com os humanos, com os ventos, e com os elementos."

- "As veredas da vida são semeadas de escolhos; e por um flor que se colhe de passagem, milhares de espinhos nos ensanguentam as mãos."

- "A vida mente incessantemente: e não se conhece a sua impostura, senão no momento em que ela acaba."

- "A vida tem as suas fases como a lua; a velhice é o seu minguante."

- "A vida é uma peça trágica – cómica, terminada por uma catástrofe."

- A vida é um enigma, que a morte vem decifrar.

- "Durante a vida, a dor e o riso se encontram e se misturam, e todas as alegrias terminam em lágrimas."

- "O berço e o esquife são os dois extremos opostos da vida. No intervalo se executa o drama misterioso da existência individual."

- "A vida de toda a vida é a sociedade; a da sociedade é a liberdade, a da liberdade é o discreto e moderado uso dela."

- "Vale mais passar a vida não fazendo nada, que a fazer nadas."

- "Há na vida algumas coisa de vago que lhe dá o ar de um sonho."

- "Um bom vinho é o espírito da vida".

- "A barca, em que o marinheiro luta em vão contra a corrente que o arrasta, é a imagem da vida."

- "No caminho da vida, temos diante de nós o meteoro deslumbrador da esperança, e detrás de nós a verdade."

- "A nossa vida é uma torrente que forma em fim um lago pacífico, e se perde debaixo da areia."

- "As grandezas e as riquezas são um ouropel que orna o exterior da vida; entretanto que um verme roedor lhe destrói a substância."

- "Aqueles que querem esgotar a copa da vida, devem lembrar-se de que hão de achar no fundo as fezes."

- "A vida é um plano inclinado, pelo qual os humanos marcham entre dois abismos."

- "O desejo e a esperança são flores da vida; o prazer e a felicidade os frutos."

- "A vida assemelha-se a um vaso de água clara, que se turva à medida que se bebe."

- "O temor e a esperança repartem entre si a vida: o prazer e a dor não ocupam dela senão uma pequena porção."

- "O tempo e a saúde, o espírito e a fortuna são as coisas da vida as mais estimadas, e as mais mal empregues."

- "Sucede à vida como todos os outros bens, que se dissipam em tanto que se julgam inesgotáveis."

- "A peregrinação da vida não é juncada de flores, e as suas últimas jornadas são quase sempre as mais penosas."

- "A vida é mui lisonjeada, a morte mui caluniada; o sábio as compara e lhes faz justiça."

- "A vida é uma carreira espinhosa que nos rasga sucessivamente as roupas até nos deixar nus e cobertos de feridas."

- "Consultai muitas vezes aqueles que conhecem o itinerário da vida, se não quereis perder-vos nela."

- "Por uma só porta se entra na vida, sai-se dela por cem."

- "Por que não pensámos na morte, é que tanto nos ocupamos dela."

- "Os humanos expõem-se a perder a vida, para ganharem a vida."

- "Quando tem passado o tempo das ilusões, vai-se arrastando a vida, mas não se goza."

- "Os humanos passam a vida a discorrerem sobre o passado, a queixarem-se do presente, e a tremer do futuro."

-Passar a vida a fazer tolices e lamenta-las, não é a esta a história do mundo? (Saint-Arnaud).

- "A curta duração da vida são pode dissuadir-nos dos prazeres, nem consolar-nos das suas penas."

- "Se a vida é miserável, é penoso suportá-la, se é feliz, é horrível perdê-la."

- "A vida é bela, nós é que damos cabo dela".

-"Vamos com a vida, só há uma ida..."



De anotações do Prof. Álvaro de Castro Meneses

quarta-feira, 11 de novembro de 2020

Compilação da Imprensa (102)

Os anteriores Aqui

Gonçalo Ribeiro Telles-O Homem, o Mestre
Por: Fernando Santos Pessoa

Arquitecto Paisagista

No Jornal da Praia 12/06/2020

Gonçalo Ribeiro Telles
Continua a marcar, profundamente o nosso País » Aqui

Homenagem a Gonçalo Ribeiro Telles » Aqui

“A Paisagem Açoriana dos Biscoitos” 
por Gonçalo Ribeiro Telles » Aqui

TVI24 - Gonçalo Ribeiro Telles, Política Mesmo »Aqui



Outras "Parras" :

Planta da Freguesia dos Biscoitos (ano 1830) aqui

Plantas Vasculares nas Vinhas dos Biscoitos (ano 1971) aqui.

"A vinha perde-se e a população nada ganha" (ano 1994) aqui.

"Região de Biscoitos, nos Açores - Casas em vez de vinhas" - Santos Mota (ano 1994) - aqui.

"Biscoitos: que futuro? "-José Aurélio Almeida (ano 1996) - aqui.

"As Vinha dos Biscoitos" -Bailinho de Carnaval da Freguesia das Fontinhas. (ano 1997) aqui.

Pisa e Mosto (1997) aqui

Sinónimos- Casta Terrantez da Terceira -Aqui

"Uma virada nos Biscoitos"(Açores)- (ano 1998) aqui.

O viticultor açoriano está envelhecido (ano 1998/99) aqui

“Provedor de Justiça dá razão à Confraria” (ano 1999) aqui.

“Museologia de Interpretação da Paisagem Ecomuseu dos Biscoitos, da ilha Terceira” - por Fernando Santos Pessoa (ano de 2001) aqui.

"Carta de risco geológico da Terceira" (ano ano 2001) aqui.

"Paisagem Báquica - Memória e Identidade" - Aurora Carapinha (ano 2001) aqui.

“A Paisagem Açoriana dos Biscoitos” - por Gonçalo Ribeiro Telles (ano 2002) aqui.

"Fadiga sensorial" (ano 2007) aqui.

"Defender curraletas!" (ano 2007) aqui.

"Tutores" (ano 2007) aqui.

"Rememorando as origens dos Biscoitos nos séculos XV e XVI"- por Rute Dias Gregório (ano 2008) aquiaqui e aqui.

“A Vinha, o Vinho dos Biscoitos e o Turismo” - por Margarida Pessoa Pires (ano 2009) aqui.


"O Aditivo"- por Francisco dos Reis Maduro-Dias -ano de 2009 Aqui

A Casa Agrícola Brum tem nova administração - ANO de 2007 AQUI

Biscoitos de Lava para os “sete magníficos” (ano 2011) aqui

"Acerca do vinho" -por Francisco Maduro-Dias (ano 2011) Aqui

Produção de vinho nos Biscoitos em 2015 - Aqui

Garrafa Comemorativa do 125.º Aniversário da Casa Agrícola Brum - 2015 - Vídeo Aqui

Casa Agrícola Brum 130.º Aniversário-2020- Aqui

BRUM
130 Anos de Tradição ( ano  2020) -Aqui




terça-feira, 10 de novembro de 2020

AÇORES roteiro de enoturismo

AÇORES roteiro de enoturismo

Cores e Sabores


Edição: Direção Regional do Turismo dos Açores
Comissão Vitivinícola Regional dos Açores

Ilha Terceira 






 

domingo, 1 de novembro de 2020

EFEMÉRIDES AÇORIANAS - NOVEMBRO (12)

Angra do Heroísmo (primeira década do século xx)

1.1893- É criada por alvará a Estação Telégrafo-Postal de Angra.

2.2018-A Direcção Regional da Cultura promove o Workshop "Arquétipos Físicos" no Museu Dos Baleeiros.

3. 2019- Último dia da 3ª edição do 'Taste Azores' , em Lisboa, uma realização da  Vice-Presidência do Governo Regional dos Açores e do Centro Comercial Colombo. Evento com início a 30 de Outubro pp.

4.1932- Violento incêndio destrói o interior da Igreja de Nossa Senhora dos Milagres na Vila Nova do Corvo.

5.1867- Naufraga em Angra do vapor inglês Run her, que devido a uma manobra mal calculada encalhou naquele lugar. Tinha a bordo um carregamento de conservas destinado a aumentar as provisões do exército revolucionário sul americano.

6.2012- Toma posse como Presidente do Governo Regional dos Açores o ilustre micaelense Vasco Cordeiro.

7.1954- Ponta Delgada na Ilha de São Miguel, tem novo edifício dos Correios.

8. 1961-Paquete Funchal atraca no porto da Horta.

9. 2018- No Instituto Açoriano de Cultura, em Angra do Heroísmo, mais um Grémio das 9, com a presença de João Maria Mendes para se falar da obra de Agostino Casaroli O Martírio da Paciência.

10. Decorre no Museu de Angra do Heroísmo a Palestra: “Quartzo da terra ao Homem” pelo Dr. Rui Galopim de Carvalho.

11.2018-O arqueólogo José Luís Neto apresenta na Praia da Vitória durante o Outono Vivo, o livro -“Arqueologia nos Açores – Uma Breve História” de que é autor.

12. 1700- É benzida a Igreja de Nossa Senhora do Rosário na Horta, Ilha do Faial.

13.1966- É inaugurado o novo pavimento do Caminho dos Regatos (S. Bartolomeu dos Regatos- Ilha Terceira).

14.2014- Falece em Ponta Delgada, Ilha de São Miguel, o ilustre faialense Alberto Romão Madruga da Costa. 

15.2018- A Praça Velha em Angra do Heroísmo transforma-se numa aldeia de Natal.

16.2018- I Encontro de Vozeirões – Envelhecimento na Biblioteca Pública e Arquivo Regional Luís da Silva Ribeiro, em Angra do Heroísmo.

17.1976- É concluída a nova aerogare das Lajes da Ilha Terceira.

18.1963- É benzida no Norte Pequeno, Ilha do Faial, a Igreja de Nossa Senhora da Esperança.

19.1866- Tem alvará a Fábrica Nicotina Angrense, de João Marcelino de Mesquita Pimentel.

20.1971- A igreja de Santa Bárbara, freguesia dos Cedros na Ilha do Faial, sofre um incêndio.

21.2007- Realiza-se em Ponta Delgada, Ilha de São Miguel o 1.º Salão de Empreendedorismo dos Açores.

22.1983- Surge no concelho de Angra do Heroísmo, a “Associação Cultural das Cinco Ribeiras”, com a finalidade, “estatutariamente consagrada, de defender os valores tradicionais regionais (manter a Casa Museu Doutor Marcelino Moules, recolher e coleccionar elementos etnográficos, fornecer cozinha regional terceirense e apoiar e organizar semanas do Espírito Santo, folias, desfolhadas,etc.”.
Um grupo de cincoribeirenses outorga a escritura pública que constituiu “legalmente” a Associação Cultural: Padre Barcelos Mendes, Prof. José Agostinho Coelho, Henrique Santos, António Trigueiros da Câmara, José Francisco Rocha, José Joaquim Silva, Eng. João Pacheco, Padre Dr. João Maria de Sousa Mendes, Estevam Cota e D. Maria de Fátima Lourenço.

23.1968- Falece o ilustre terceirense Dr. Marcelino da Costa Moules, médico estomatologista e político.

24.1956- É fundada ao Cruzeiro dos Regatos (freguesia de São Bartolomeu dos Regatos, Ilha Terceira) a Associação de Instrução e Recreio.

25.1941- Falece o ilustre açoriano, natural da Horta, Florêncio José Terra. Foi professor, jornalista e contista.

26.2017- Termina no Pavilhão do Mar em Ponta Delgada, Ilha de São Miguel, o Festival Regional de Apoio ao Artesanato.

27.1859- É Benzida com missa a Igreja de Nossa Senhora do Bom Despacho, na Ilha de Santa Maria.

28.1969- É inaugurada a sede da Sociedade Filarmónica Dr. Armas da Silveira em Santa Cruz da Ilha das Flores.

29. 2018- Falece em Lisboa, onde residia, Maria de Fátima Brum Pereira da Silva Ornelas, natural da Praia da Vitória.

30.1954- É inaugurada, em Angra do Heroísmo, a memória a Almeida Garrett no Jardim Duque da Terceira. Trabalho do escultor Xavier da Costa e do arquitecto Fernando de Sousa.

31.2018- Acção de Graças na Sé Catedral de Angra.

Fontes: Portos dos Açores SA-Luís Miguel Correia; Arquivos de José da Silva Maya, Álvaro de Castro Meneses, “Revista Ilha Terceira”, Boletim do Instituto Histórico da Ilha Terceira Vol.XLIX , “Almanaque Açores”, Jornal da Praia (30.06.2014); Boletim Municipal CMAH- 1994 e História Secreta da Base dos Açores (The portuguese connection) R.E.Vintras.


domingo, 25 de outubro de 2020

Família - Provérbios e Pensamentos


- Quem quiser reformar os costumes de uma nação, deve começar por reformar os das famílias.


- Não espereis viver muito tempo em paz com aqueles, que vivem em guerra com suas famílias.


- Aquele/a que não goza da felicidade doméstica, é o mais desgraçado/a.


- As discórdias de família não podem estar muito tempo em segredo; as paredes as contam às portas, e as portas ao público.


- Todas as nações da terra não são, senão diferentes famílias de uma república, de que Deus é o pai comum.

-  Um rei não deve sacrificar, á sua família, a grande família do Estado.


Avós – Provérbios e Pensamentos » Aqui

(publicado a 19/02/2013)


Dia Mundial dos Avós » Aqui
(publicado a 2607/2008)


CONFIANÇA - Provérbios e Pensamentos:

 (publicados a 23/12/2013)  » AQUI


terça-feira, 20 de outubro de 2020

Rótulo (16)


 
Produtor engarrafador: Casa Agrícola Brum

Rótulo: 10,08 cm x 08,01 cm

Concepção: Luís Pinheiro Brum

Impressão: Inlabel Lda. - Ponta Delgada

Ano: 2020

Colecção: Museu do Vinho dos Biscoitos da Casa Agrícola Brum

Vinho apresentado pela 5.ª geração dos Brum e o pelo enólogo da Adega Brum no dia 04.02.2020

Contra-rótulo: Este vinho é o destilar da história dos primeiros navegadores portugueses e daqueles que os seguiram. A ligação desta ilha ao mundo e do vinho que deu a força para as navegar. Um saber que persiste com a família Brum.

São 130 anos de tradição e saber. Um marco inestimável que poucas famílias se podem orgulhar.
Para celebrar esse feito a Casa Agrícola Brum, fundada em 1890, apresenta assim um vinho licoroso suave e com o aveludado próprio da idade. Uma colheita feita com cem anos de experiência por trás - a única capaz de celebrar esta passagem.

terça-feira, 13 de outubro de 2020

COMPILAÇÃO DA IMPRENSA (101)

Os anteriores AQUI

 

CASTAS NA ILHA DO PICO EM 1885

In NOTAS AÇORIANAS

Por: Ernesto Rebello
1885 Ponta Delgada - Ilha de S. Miguel
Tipografia do Arquivo dos Açores
(Typ.do Archivo dos Açores)


O agora "Arinto dos Açores" entrou nas Ilhas açorianas pela Ilha de São Jorge onde é conhecido pelo "Verdelho de S. Jorge". Na Ilha Terceira através do viticultor da Fajã de S. João (Ilha de S. Jorge) Dr. Homem de Noronha que deu a Francisco Maria Brum (In Diário de Angra), tomando o nome nesta Ilha de "Terrantez da Terceira" e quando foi para a Ilha do Pico (Ernesto Rebello nas Notas Açorianas publicado em 1885 ainda não refere a casta na Ilha Montanha), os picoenses apelidaram-na de "Arinto".

As castas referidas na Ilha do Pico por Ernesto Rebello em 1885 não menciona uma casta "Arinto". No entanto, caso queiramos divagar no tempo,  a introdução da cultura da  vinha na Ilha Pico não foi tarefa fácil, inclusive alguns naturais da Ilha Terceira foram colaborar nesses trabalhos. Quem sabe se algum terceirense terá levado a "Terrantez da Terceira", actual "Arinto Açores"...(?).

Actualmente, com a recuperação de centenas de hectares de currais na Ilha do Pico também terceirenses estão colaborando nesses trabalhos, quiçá algum deles tenha levado das vinhas picoenses para a Ilha Terceira alguns enxertos da Verdejo...(?).

Nos Açores existem 4 castas distintas: O Verdelho Antigo; o Verdelho dos Açores; o Arinto Antigo (AA CA CAB) e o Arinto dos Açores...

Até 2012, o nome oficial da casta era "Terrantez da Terceira", tendo sido alterado para "Arinto dos Açores" pela Portaria nº 380/2012 de 22 de Novembro do Ministério de Agricultura, do Mar, do Ambiente e do Ordenamento do Território.

Outras "Parras" :

Planta da Freguesia dos Biscoitos (ano 1830) aqui

Plantas Vasculares nas Vinhas dos Biscoitos (ano 1971) aqui.

"A vinha perde-se e a população nada ganha" (ano 1994) aqui.

"Região de Biscoitos, nos Açores - Casas em vez de vinhas" - Santos Mota (ano 1994) - aqui.

"Biscoitos: que futuro? "-José Aurélio Almeida (ano 1996) - aqui.

"As Vinha dos Biscoitos" -Bailinho de Carnaval da Freguesia das Fontinhas. (ano 1997) aqui.

Pisa e Mosto (1997) aqui

Sinónimos- Casta Terrantez da Terceira -Aqui

"Uma virada nos Biscoitos"(Açores)- (ano 1998) aqui.

O viticultor açoriano está envelhecido (ano 1998/99) aqui

“Provedor de Justiça dá razão à Confraria” (ano 1999) aqui.

“Museologia de Interpretação da Paisagem Ecomuseu dos Biscoitos, da ilha Terceira” - por Fernando Santos Pessoa (ano de 2001) aqui.

"Carta de risco geológico da Terceira" (ano ano 2001) aqui.

"Paisagem Báquica - Memória e Identidade" - Aurora Carapinha (ano 2001) aqui.

“A Paisagem Açoriana dos Biscoitos” - por Gonçalo Ribeiro Telles (ano 2002) aqui.

"Fadiga sensorial" (ano 2007) aqui.

"Defender curraletas!" (ano 2007) aqui.

"Tutores" (ano 2007) aqui.

"Rememorando as origens dos Biscoitos nos séculos XV e XVI"- por Rute Dias Gregório (ano 2008) aquiaqui e aqui.

“A Vinha, o Vinho dos Biscoitos e o Turismo” - por Margarida Pessoa Pires (ano 2009) aqui.


"O Aditivo"- por Francisco dos Reis Maduro-Dias -ano de 2009 Aqui

A Casa Agrícola Brum tem nova administração - ANO de 2007 AQUI

Biscoitos de Lava para os “sete magníficos” (ano 2011) aqui

"Acerca do vinho" -por Francisco Maduro-Dias (ano 2011) Aqui

Produção de vinho nos Biscoitos em 2015 - Aqui

Garrafa Comemorativa do 125.º Aniversário da Casa Agrícola Brum - 2015 - Video Aqui