quinta-feira, 22 de julho de 2021

PROVÉRBIOS E PENSAMENTOS - CONVERSAÇÃO


- "A conversação é um dom particular do ser humano, da mesma sorte que a razão".

- "A conversação é um comércio, em que se pode entrar sem fundos; se vós os não tendes, não podeis entrar nela".

- "A conversação deve ser como os jogos; em cada um, quando lhe toca, lança a sua carta".

- "A arte de conversar é a primeira das artes".

- "Na conversação deve evitar-se tanto a afectação, como a negligência".

- "Bem dizer e bem ouvir é a arte de conversar".

- " A confiança fornece mais á conversação, que o espírito".

- "Na conversação antes ser omisso, que difuso".

- "Na conversação tão enfadonho é o que tudo explica, como interessante o que só diz o necessário".

-" Na conversação ninguém deve dizer mal dos outros; e de si nem bem nem mal".

- "Nada mais custoso de sofrer que aqueles, que na conversação acolhem todas as ideias que encontram em sua passagem, até perderem o fio e a memória do que queriam dizer".

-  "O tom decisivo e arrogante na conversação é absurdo: se vós tendes razão, ele diminui o vosso triunfo; se a não tendes aumenta a vergonha da vossa derrota".

-"O espírito de partido faz degenerar as conversações em disputa".

- "A muita conversação é causa de menos preço".

-"Falar não é conversar"

-"Conversa com os teus botões, se queres melhorar-te; se queres aperfeiçoar-te conversa com os teus dois melhores amigos: o lábio superior e o lábio inferior..."



quinta-feira, 15 de julho de 2021

Compilação da imprensa (110)

As anteriores AQUI

Casa Agrícola Brum - Biscoitos

CONTRA VENTOS
E MARÉS



Revista de actualidades de vinhos. restauração. Enoturismo
Novembro/Dezembro 2005







                                                   
 DESDE 2007 que a Casa Agrícola Brum tem nova administração-5.ª geração: Maria Cristina Pinheiro Brum e Luís Fernando Pinheiro Brum (ano 2007) :Aqui

Casa Agrícola Brum 1890-2020: AQUI

CASA AGRÍCOLA BRUM  130.º Aniversário
2 de Fevereiro de 1890 - 2 de Fevereiro de 2020. Ver e Ler Aqui

BRUM
130 Anos de Tradição (4de Março de 2020): Aqui

Rótulo (20.Outubro de2020)» Aqui

Preço das uvas na Ilha Terceira (ano 2005) .../... Aqui


Outras "Parras" :

Planta da Freguesia dos Biscoitos (ano 1830) aqui

Plantas Vasculares nas Vinhas dos Biscoitos (ano 1971) aqui.

"A vinha perde-se e a população nada ganha" (ano 1994) aqui.

"Região de Biscoitos, nos Açores - Casas em vez de vinhas" - Santos Mota (ano 1994) - aqui.

"Biscoitos: que futuro? "-José Aurélio Almeida (ano 1996) - aqui.

"As Vinha dos Biscoitos" -Bailinho de Carnaval da Freguesia das Fontinhas. (ano 1997) aqui.

Pisa e Mosto (1997) aqui

Sinónimos- Casta Terrantez da Terceira -Aqui

"Uma virada nos Biscoitos"(Açores)- (ano 1998) aqui.

O viticultor açoriano está envelhecido (ano 1998/99) aqui

“Provedor de Justiça dá razão à Confraria” (ano 1999) aqui.

“Museologia de Interpretação da Paisagem Ecomuseu dos Biscoitos, da ilha Terceira” - por Fernando Santos Pessoa (ano de 2001) aqui.

"Carta de risco geológico da Terceira" (ano ano 2001) aqui.

"Paisagem Báquica - Memória e Identidade" - Aurora Carapinha (ano 2001) aqui.

“A Paisagem Açoriana dos Biscoitos” - por Gonçalo Ribeiro Telles (ano 2002) aqui.

"Fadiga sensorial" (ano 2007) aqui.

"Defender curraletas!" (ano 2007) aqui.

"Tutores" (ano 2007) aqui.

"Rememorando as origens dos Biscoitos nos séculos XV e XVI"- por Rute Dias Gregório (ano 2008) aquiaqui e aqui.

“A Vinha, o Vinho dos Biscoitos e o Turismo” - por Margarida Pessoa Pires (ano 2009) aqui.

S. Pedro e S. Paulo .../... Quinta-feira dos compadres  (Carnaval na Ilha Terceira -16/02/2017)aqui

"O Aditivo"- por Francisco dos Reis Maduro-Dias -ano de 2009 Aqui

A Casa Agrícola Brum tem nova administração - ANO de 2010 AQUI

Biscoitos de Lava para os “sete magníficos” (ano 2011) aqui

"Acerca do vinho" -por Francisco Maduro-Dias (ano 2011) Aqui

Produção de vinho nos Biscoitos em 2015 - Aqui

Carnaval- Quinta -feira de compadres na ilha Terceira (Fevereiro 2017)- Aqui

Garrafa Comemorativa do 125.º Aniversário da Casa Agrícola Brum - 2015 - Vídeo Aqui

BRUM 130 Anos de Tradição  (Ano 2020) Aqui

 

quinta-feira, 8 de julho de 2021

LAGOA DA FALCA


Na ilha Terceira existe a Lagoa da Falca...onde existiu uma falca...para transformação dos toros (a que chamam falca) em costaneiras, tábuas ou barrotes. A falca era içada e montada em cima de um de cavalete, popularmente chamado de burra.

Nos anos 60 do século XX alguém se lembrou de trazer da freguesia das Fontinhas patas e casais de gansos...mais tarde apareceram cerca de 30 gansos ...a partir daí o povo apelidou-a de "Lagoa das Patas".


quarta-feira, 30 de junho de 2021

EFEMÉRIDES AÇORIANAS - JULHO (12 A)

Angra do Heroísmo. Freguesia da Sé. Rua de Jesus/Rua da Rosa. Anos40s século XX

1.1869- Nasce em Ponta Delgada o Diário de Notícias, o primeiro jornal diário editado na Ilha de S. Miguel.

2.1844- A escuna portuguesa Caçador sai do porto da Horta, com um carregamento de pipas vazias, com destino ás Ilhas de S. Jorge e Terceira.

3. 1483- É instituído o Hospital de Vila Franca, Ilha de S. Miguel. 

4.1901- Após uma visita dois dias o Rei Dom Carlos e a Rainha Dona Amélia deixam a Ilha Terceira, rumo à Ilha de S. Miguel.

5.1524- É decidida a construção da Igreja de Nossa Senhora do Rosário, Vila Franca do Campo, Ilha de São Miguel.

6.2012- Começa, em Tartu (Estónia) o X Congresso Europeu de Confrarias Vínicas e Gastronómicas “A Alimentação é o portador dos valores culturais”

7. 1867- É benzido o cruzeiro colocado no adro da Igreja Matriz de Vila Franca, Ilha de S. Miguel.

8. 1993- Pescado na Ilha das Flores -Santa Cruz-Mês de Junho: 2.348kilos = 1.467.076$00

9. 1998- Um sismo atinge as Ilhas do Pico, Faial, e São Jorge.

10.2019-O deputado António Almeida visita a Adega Brum e Museu do Vinho da Casa Agrícola Brum, Biscoitos, Ilha Terceira.

11.1878- É elevada a freguesia Nossa Senhora do Pilar das Cinco Ribeiras, Ilha Terceira.

12.1960- É colocada a placa de bronze no Padrão das Descobertas na Vila da Povoação.

13.1969- Fica pronto o nicho dedicado a Santo António , na Maia, Ilha de S. Miguel.

14.1966-É accionada, pela primeira vez, a Hidroelétrica do Varadouro, Ilha do Faial.

15. 1928- É realizada a primeira emissão de telefonia sem fios em Ponta Delgada, Ilha de São Miguel. Inaugurada com o Hino do Senhor Santo Cristo.

16.1943- O Embaixador de Sua Majestade Britânica declara em termos gerais as Facilidades nos Açores solicitadas pelo Governo de Sua Majestade. R.E.Vintras

17.1951- Nasce no Pico da Pedra , Ilha de São Miguel, Gilberto Bernardo.

18.2001- Encerra, em Angra do Heroísmo, o encontro – A Mulher nos Açores e nas Comunidades.

19. 2015- Tem início, a Festa de Sant´Ana, na Freguesia das Furnas, Ilha de São Miguel.

20.2019- Realiza-se no Relvão de  Ponta Delgada, Ilha de S. Miguel o “Jesus Summer Fest 2019” , festival de jovens católicos.

21.1993- Tem inicio na Ilha das Flores o 1.º Encontro Regional de Mergulho Amador, uma organização do Clube Naval da mesma Ilha.

22.2020- Convocado, para hoje, o Capítulo Geral a associação enófila denominada de Confraria do Vinho de Verdelho dos Biscoitos. Devido ao Covid 19 a Assembleia Geral decorre no salão da Sociedade Filarmónica Progresso Biscoitense.

23. 1950- É inaugura a Piscina do Aeroporto de Santa Maria.

24.2009-Começa a XXI Atlantis Cup - Regata da Autonomia que vai ligar as ilhas de Santa Maria, S. Miguel, Terceira e Faial. Uma organização do Clube Naval da Horta.

25.1951- É sagrada a Igreja Matriz de Nossa Senhora da Assunção, em Vila do Porto, Ilha de Santa Maria.

26.2019-Abre a III Festa do Livro dos Açores, em Ponta Delgada.

27. 1884- A Sociedade Filarmónica da Santa Bárbara dá o seu primeiro concerto.

28.1973- Chega a electricidade á freguesia da Praia do Almoxarife, Ilha do Faial.

29.1924- O Major António José Teixeira é empossado Governador Civil do Distrito de Angra do Heroísmo.

30. 1963- É inaugurada a rede eléctrica na Vila Nova do Corvo.

Fontes: R.E.Vintras/ História Secreta da Base dos Açores (The Portuguese Connection);Marcelino Lima-Anais da Ilha do Faial1943- Guido de Monterey-As Duas Ilhas do Oriente.Jornal do Ocidente 1993.

segunda-feira, 14 de junho de 2021

Compilação da imprensa (109)

Anteriores AQUI

Ilha Terceira

A ILHA DOS HERÓIS


In revista de actualidades de vinhos. restauração. enoturismo

Novembro /dezembro 2005



DESDE 2007 que a Casa Agrícola Brum tem nova administração-5.ª geração: Maria Cristina Pinheiro Brum e Luís Fernando Pinheiro Brum (ano 2007) :Aqui

Casa Agrícola Brum 1890-2020: AQUI

CASA AGRÍCOLA BRUM  130.º Aniversário
2 de Fevereiro de 1890 - 2 de Fevereiro de 2020. Ver e Ler Aqui

BRUM
130 Anos de Tradição (4de Março de 2020): Aqui

Rótulo (20.Outubro de2020)» Aqui

Preço das uvas na Ilha Terceira (ano 2005) .../... Aqui


Outras "Parras" :

Planta da Freguesia dos Biscoitos (ano 1830) aqui

Plantas Vasculares nas Vinhas dos Biscoitos (ano 1971) aqui.

"A vinha perde-se e a população nada ganha" (ano 1994) aqui.

"Região de Biscoitos, nos Açores - Casas em vez de vinhas" - Santos Mota (ano 1994) - aqui.

"Biscoitos: que futuro? "-José Aurélio Almeida (ano 1996) - aqui.

"As Vinha dos Biscoitos" -Bailinho de Carnaval da Freguesia das Fontinhas. (ano 1997) aqui.

Pisa e Mosto (1997) aqui

Sinónimos- Casta Terrantez da Terceira -Aqui

"Uma virada nos Biscoitos"(Açores)- (ano 1998) aqui.

O viticultor açoriano está envelhecido (ano 1998/99) aqui

“Provedor de Justiça dá razão à Confraria” (ano 1999) aqui.

“Museologia de Interpretação da Paisagem Ecomuseu dos Biscoitos, da ilha Terceira” - por Fernando Santos Pessoa (ano de 2001) aqui.

"Carta de risco geológico da Terceira" (ano ano 2001) aqui.

"Paisagem Báquica - Memória e Identidade" - Aurora Carapinha (ano 2001) aqui.

“A Paisagem Açoriana dos Biscoitos” - por Gonçalo Ribeiro Telles (ano 2002) aqui.

"Fadiga sensorial" (ano 2007) aqui.

"Defender curraletas!" (ano 2007) aqui.

"Tutores" (ano 2007) aqui.

"Rememorando as origens dos Biscoitos nos séculos XV e XVI"- por Rute Dias Gregório (ano 2008) aquiaqui e aqui.

“A Vinha, o Vinho dos Biscoitos e o Turismo” - por Margarida Pessoa Pires (ano 2009) aqui.

S. Pedro e S. Paulo .../... Quinta-feira dos compadres  (Carnaval na Ilha Terceira -16/02/2017)aqui

"O Aditivo"- por Francisco dos Reis Maduro-Dias -ano de 2009 Aqui

A Casa Agrícola Brum tem nova administração - ANO de 2010 AQUI

Biscoitos de Lava para os “sete magníficos” (ano 2011) aqui

"Acerca do vinho" -por Francisco Maduro-Dias (ano 2011) Aqui

Produção de vinho nos Biscoitos em 2015 - Aqui

Carnaval- Quinta -feira de compadres na ilha Terceira (Fevereiro 2017)- Aqui

Garrafa Comemorativa do 125.º Aniversário da Casa Agrícola Brum - 2015 - Vídeo Aqui

BRUM 130 Anos de Tradição  (Ano 2020) Aqui

 

segunda-feira, 31 de maio de 2021

EFEMÉRIDES AÇORIANAS - JUNHO (12 A)


Ilha do Faial. Freguesia dos Cedros.(Anos 70 do século XX)
Coroação do Divino Espírito Santo (1)


1.1918-É fundada em Angra do Heroísmo a Fábrica de Cortumes Terceirense

2.2020- A Câmara Municipal de Praia da Vitória aprova um conjunto de apoios ao associativismo do Concelho à volta de 435 mil euros.

3.1999- Áreas de vinhas nos Biscoitos, Ilha Terceira, declaradas em Maio 1999: Área de vinha em produção (ilha Terceira): 120 hectares; Área em produção nos Biscoitos: 64,4 hectares; Biscoitos, Vitiviníferas e Isabella+outras: 48,61hectares; Biscoitos: Verdelho e Terrantez da Terceira: 15,79 hectares; Produtores/engarrafadores individuais:10,4hectares; produtores associados (Adega Cooperativa dos Biscoitos C.R.L.: 7,39 hectares. Fonte: S.D.A.I.T. 

4.1953- Falece na Horta o faialense, natural da freguesia dos Cedros, Dr. Manuel Francisco das Neves Júnior, ilustre médico, agricultor e político.

5.1993- Pescado na Ilha das Flores - Santa Cruz-Mês de Maio: Lajes- 6.972Quilos=3.423.105$00

6.1975- Grande  manifestação  popular  invade a cidade de Ponta Delgada cercando o Palácio do Governo Civil  a pedir a Independência dos Açores, uma vez mais.

7.1842- O brigue inglês Brown naufraga ao largo da Ilha do Faial.

8.1853-São aprovados os estatutos da Irmandade de Nossa Senhora do Livramento em Angra do Heroísmo.

9.1946- É inaugurado o relógio da Igreja Matriz de Nossa Senhora da Assunção, em Vila do Porto, Ilha de Santa Maria.

10.1979- Tem início as ligações telefónicas automáticas dos Açores para o território continental.

11.1948-Tem  inicio a construção de um farol automático num dos  ilhéus das Formigas-

12. 2011- Termina na Vila da Madalena, na ilha do Pico, o seminário “Vitivinicultura Atlântica”.

13.1959- Fica concluída a Estação Telefónica automática de Ponta Delgada, Ilha de S. Miguel.

14.2019- É inaugurada em Angra do Heroísmo  uma nova  loja da Alberto Oculista. 

15.1841- Forte sismo abala a Praia da Vitória tendo causado enormes danos.

16.2017- É apresentado o livro “A Grande Guerra nos Açores- Património e Memória Militar” da autoria de Sérgio Rezendes na Biblioteca Pública e Arquivo Regional João José da Graça da cidade da Horta, Ilha do Faial.

17.1956- É benzida a primeira pedra da Igreja de Santa Bárbara, Lomba da Santa Bárbara - Ribeira Grande.

18.1950- É inaugurado o Posto Agrícola da Ilha de Santa Maria. 

19.1951- É concluído o lugar à Praça, Matos –Ribeira Funda, Ilha do Faial.

20.1861- É criada a freguesia da Fajã Grande - paróquia e freguesia - na Ilha das Flores.

21.1970- É inaugurado o edifício do Correio em S. Roque, Ponta Delgada, Ilha de S. Miguel.

22.2019-Realiza-se no ilhéu de Vila Franca do Campo, Ilha de S. Miguel, o circuito mundial de saltos para a água.

23.2014- Começam as Marchas de São João da Vila (Vila Franca do Campo, Ilha de São Miguel)

24.2018- Terminam as Festas Municipais do São João no antigo campo de futebol municipal de Vila do Porto, Ilha de Santa Maria. Festas que integraram a I Bienal Agro Comercial.

25.1998- “Pela resolução n.º 150/98 (publicado no Jornal Oficial I Série da mesma data) é criado um grupo de trabalho encarregado de promover e supervisionar os estudos e medidas de salvaguarda do património natural e edificado característico da cultura da vinha dos Biscoitos, na Ilha Terceira”.

26.1880- Nasce na freguesia da Sé, Angra do Heroísmo, Ilídio de Meneses Carvalho Mourato.

27.1976- Realizam-se as primeiras eleições para Assembleia Legislativa dos Açores, com sede na Horta.

28.1901- O Rei Dom Carlos e a Rainha Dona Amélia visitam a Ilha do Faial.

29.1988- Falece na freguesia de S. Bartolomeu dos Regatos o incansável lavrador Sr. José Machado Pimentel.

30.1901- A Associação Comercial Angrense, comemorando a visita Régia, faz distribuir 500 esmolas de 625 reis cada. Também distribuiu durante os dias da presença de Suas Majestades 100 jantares - Cozinha Económica; 625 reis a cada um dos 100 doentes do Hospital de Santo Espírito e igual quantia a cada uma das recolhidas da Associação Educadora; 50:000 reis a cada um dos Asilos da cidade de Angra e 20:000 reis ao Orfanato de S. João Baptista. 

1) As primitivas Coroas eram feitas à semelhança da coroa real portuguesa, isto é, compostas de um aro de prata terminando á maneira de coroa ducal, tendo na frente, engastastado, um medalhão de forma elipsoidal, com o emblema da Santíssima trindade, conforme havia sido instituído por El-Rei D. Diniz.

Desde que a coroa portuguesa passou a ter quatro imperiais, a “Real Coroa do Divino Espírito Santo” sofreu também modificação idêntica e, segundo J.J. Pinheiro nas “Épocas Memoráveis”, “ só na freguesia de Santa Bárbara dos Cedros, na ilha do Faial, existe uma coroa de prata muito bem lavrada, sem imperiais, com o medalhão da S.S.Trindade.


Fontes: Marcelino Lima-Anais da Ilha do Faial1943- Guido de Monterey-As Duas Ilhas do Oriente. Jornal do Ocidente 1993.

sexta-feira, 21 de maio de 2021

DUQUE DE BRAGANÇA FESTEJA ANIVERSÁRIO NA ILHA TERCEIRA

 Jácome de Bruges Bettencourt

 No passado sábado, na Terceira, dia 15 de maio, comemorou-se 76 anos da sua existência nesta ilha que vem visitando há meio século. Desta vez S.A.R. o Senhor Dom Duarte Pio esteve 4 dias nos Açores, a convite das Reais Associações da Terceira e de S. Miguel, sendo acompanhado por S.S.A.A.R.R. Dona Isabel e do filho primogénito Dom Afonso, Príncipe da Beira.


Foram recebidos por várias entidades oficiais, como o Representante da República para a R.A. dos Açores, que lhe ofereceu um almoço no Solar da Quinta de Nossa Senhora da Oliveira, pelo Presidente da Assembleia Legislativa Regional dos Açores e Grupos Parlamentares, pelos Presidente e Vice-Presidente do Governo Regional dos Açores, pelo Bispo d’Angra e Açores e Presidentes dos Municípios da Terceira, Pico, Faial e Ponta Delgada. Contactou na Horta com o Secretário Regional das Pescas e com o Deputado Paulo Estêvão do Partido Popular Monárquico, tendo estes oferecido aos ilustres visitantes um almoço, no mundialmente conhecido Peter’s Café Sport.


De registar que S.A.R. o Príncipe da Beira Dom Afonso no dia 16 escalou com o maior entusiasmo a montanha do Pico, o ponto mais alto de Portugal.


Cumprindo o programado, assistiram a duas palestras, proferidas uma no dia 15 por Avelino Meneses com o título “Dos Açores do passado aos Açores do presente e do futuro: a política, a religião e o povo”, comentada por Álvaro Monjardino, nos Paços do Concelho de Angra do Heroísmo, e a outra na Horta, no Hotel do Canal, dia 17, por Assunção Cristas sob o assunto: “O direito vigente responde aos desafios atuais do mar”, moderada por Tomaz Ponce Dentinho, pondo questões Mariana Guedes e Gui Menezes.


O casal assistiu a uma Missa vespertina na Sé Catedral, no sábado, celebrada pelo cónego Ângelo Valadão e concelebrada pelos cónegos Francisco Dolores, João Maria Mendes e Hélder Fonseca Mendes, sendo à saída cumprimentados por muitas pessoas.


De referir, na passagem por S. Miguel, o momento de oração pelas vítimas da Pandemia com Romeiros, na Igreja de Santana, P. Delgada, e um “brunch” oferecido pelos Condes de Albuquerque que contou com a presença de sócios da Real de S. Miguel.

A merecer relevo, como manifestação de carinho popular, a receção oferecida a Suas Altezas ao fim da tarde do dia 15, pela Junta de Freguesia da Agualva, junto ao restaurado Moinho d’Água e parque anexo, com a colaboração da C.M. da Praia da Vitória, que contou com a presença dos Membros da Junta e aí residentes, bem assim de simpatizantes monárquicos dos dois concelhos.

Aí, foi servida uma saborosa sopa de carne e cozido (função do Senhor Espírito Santo), massa cevada e bolinhos Dona Amélia, vinho branco da casta Verdelho Magma, da Adega Cooperativa dos Biscoitos, C.R.L., 2016 (enólogo Anselmo Mendes) e como digestivo e a acompanhar o bolo dos anos de S.A.R. (com os Parabéns cantados pelo Padre Dolores), um licoroso marca Brum da colheita de 1998, da Casa Agrícola Brum Lda. (enólogo Miguel Amorim). Lembro que a 13 de maio de 1995, no casamento de Dom Duarte e Dona Isabel, nos Jerónimos, figurou um aperitivo Brum (seco), aliás, o único vinho açoriano que aí participou. Agora na sua estada no Pico foram-lhes oferecidas umas garrafas do famoso néctar que aí se produz. Sem dúvida, que o tema central desta visita ficará marcado na memória de todos nós, pela importância que tem para os açorianos o Divino Espírito Santo, bem patentes na palestra de Avelino Menezes e na Função da Agualva.

Fotos: Guilherme Bettencourt

 Casa da Quinta da Estrela em Angra do Heroísmo 2021.05.19

quarta-feira, 19 de maio de 2021

Compilação da imprensa (108)

Os anteriores AQUI

O milagre das vinhas de pedra negra dos Biscoitos


Por: Pedro Garcias 
Jornalista, produtor/engarrafador de vinhos e crítico de vinhos 

In Fugas. Publico 27.10.2012
Partilhado a 12 .06.2017 pela Confraria do Vinho de Verdelho dos Biscoitos






Sem mais comentários


DESDE 2007 que a Casa Agrícola Brum tem nova administração-5.ª geração: Maria Cristina Pinheiro Brum e Luís Fernando Pinheiro Brum (ano 2007) :Aqui

Casa Agrícola Brum 1890-2020: AQUI

CASA AGRÍCOLA BRUM  130.º Aniversário
2 de Fevereiro de 1890 - 2 de Fevereiro de 2020. Ver e Ler Aqui

BRUM
130 Anos de Tradição (4de Março de 2020): Aqui

Rótulo (20.Outubro de2020)» Aqui

Pisa e Mosto (1997)*PREÇO DA UVA NOS BISCOITOS .../... Aqui



Outras "Parras" :

Planta da Freguesia dos Biscoitos (ano 1830) aqui

Plantas Vasculares nas Vinhas dos Biscoitos (ano 1971) aqui.

"A vinha perde-se e a população nada ganha" (ano 1994) aqui.

"Região de Biscoitos, nos Açores - Casas em vez de vinhas" - Santos Mota (ano 1994) - aqui.

"Biscoitos: que futuro? "-José Aurélio Almeida (ano 1996) - aqui.

"As Vinha dos Biscoitos" -Bailinho de Carnaval da Freguesia das Fontinhas. (ano 1997) aqui.

Pisa e Mosto (1997) aqui

Sinónimos- Casta Terrantez da Terceira -Aqui

"Uma virada nos Biscoitos"(Açores)- (ano 1998) aqui.

O viticultor açoriano está envelhecido (ano 1998/99) aqui

“Provedor de Justiça dá razão à Confraria” (ano 1999) aqui.

“Museologia de Interpretação da Paisagem Ecomuseu dos Biscoitos, da ilha Terceira” - por Fernando Santos Pessoa (ano de 2001) aqui.

"Carta de risco geológico da Terceira" (ano ano 2001) aqui.

"Paisagem Báquica - Memória e Identidade" - Aurora Carapinha (ano 2001) aqui.

“A Paisagem Açoriana dos Biscoitos” - por Gonçalo Ribeiro Telles (ano 2002) aqui.

"Fadiga sensorial" (ano 2007) aqui.

"Defender curraletas!" (ano 2007) aqui.

"Tutores" (ano 2007) aqui.

"Rememorando as origens dos Biscoitos nos séculos XV e XVI"- por Rute Dias Gregório (ano 2008) aquiaqui e aqui.

“A Vinha, o Vinho dos Biscoitos e o Turismo” - por Margarida Pessoa Pires (ano 2009) aqui.

S. Pedro e S. Paulo .../... Quinta-feira dos compadres  (Carnaval na Ilha Terceira -16/02/2017)aqui

"O Aditivo"- por Francisco dos Reis Maduro-Dias -ano de 2009 Aqui

A Casa Agrícola Brum tem nova administração - ANO de 2010 AQUI

Biscoitos de Lava para os “sete magníficos” (ano 2011) aqui

"Acerca do vinho" -por Francisco Maduro-Dias (ano 2011) Aqui

Produção de vinho nos Biscoitos em 2015 - Aqui

Carnaval- Quinta -feira de compadres na ilha Terceira (Fevereiro 2017)- Aqui

Garrafa Comemorativa do 125.º Aniversário da Casa Agrícola Brum - 2015 - Vídeo Aqui

BRUM 130 Anos de Tradição  (Ano 2020) Aqui

quinta-feira, 6 de maio de 2021

HÁ 30 ANOS ESTEVE NAS ILHAS TERCEIRA E S. MIGUEL

 PHILIP DE EDIMBURGO


Por Jácome de Bruges Bettencourt*


· Philip e Isabel II

Foi há, precisamente, trinta anos que esteve na ilha Terceira, no dia 24 de março de 1991, Philip Mountbatten, ou melhor S.A.R. o duque de Edimburgo, conde de Meríoneth e barão de Greenwich, marido da rainha Isabel II de Inglaterra, desde o dia 20 de novembro de 1947, em cerimónia matrimonial realizada na Abadia de Westminster transmitida pela BBC para todo o mundo, vista por mais de 200 milhões de pessoas, iam agora completar 74 anos de união, não fosse ele falecer hoje, 09 de abril de 2021.

Sua Majestade Britânica vai fazer no dia 21 do corrente mês, 95 anos de idade e o Príncipe Philip, completaria no próximo dia 10 de junho, um século de vida extraordinariamente intensa. Nascido em território grego, em Mon Repos, ilha de Corfu, (que visitei em 2007 ao participar de 2 a 10 de junho num cruzeiro no “Splendour of The Seas” da Royal Caribbean International que incluiu algumas ilhas gregas, saído de Veneza, passando por Mykonos, Pireu, Atenas, Katakolon, Corfu, Split (Croácia), nova estada em Veneza e passagem via terrestre por Pádua, Verona e Milão, onde apanhei avião para Lisboa), filho do príncipe André da Grécia e da Dinamarca e da princesa Alice de Battenberg, neto do rei Jorge I da Grécia, assassinado em 1913, corria-lhe nas veias sangue das principais casas reais europeias. Por força das circunstâncias então vividas, viu-se obrigado a estudar em vários países como França, Alemanha e Inglaterra (Escócia) e em 1939 foi integrado na Marinha Real Britânica, onde se distinguiu como o melhor cadete do seu curso na Real Escola Naval. Esteve embarcado em vários navios, como no couraçado HMS Ramillies a proteger embarcações australianas no Índico, no Ceilão (atual Sri Lanka), etc. Tripulou navios da frota do Pacífico e do Mediterrâneo em outubro de 1940 e participou durante a guerra, nas batalhas de Creta e do Cabo Tênaro, que lhe valeram a Cruz de Guerra grega por bravura e valorizaram a sua brilhante carreira que primou por grande tenacidade, coragem e engenho. Quando o Japão capitulou, Philip estava, como tenente, a bordo da frota aliada na baía de Tóquio. Serviu em diversos navios de guerra sempre com grande competência, tendo comandado a fragata HMS Magpie.

Philip era sobrinho dessa ímpar figura que foi lorde Louis Mountbatten (1900-1979), último vice-rei da Índia e primeiro governador-geral do Independente Domínio da Índia, Supremo Comandante Aliado do Sudeste da Ásia na 2ª Guerra Mundial, 1.º Lorde do Mar, etc.

Ao tornar-se príncipe consorte, Philip dedicou a sua vida a representar oficialmente a coroa britânica em substituição da monarca em cerimónias públicas e oficiais, excetuando as do Parlamento, durante as mais de 7 décadas em que foi rosto importante da Monarquia Inglesa.

Aposentou-se da vida pública nos finais de 2017.

Entre as dezenas de condecorações que possuía, figuram as portuguesas: grã-cruz da Ordem Militar da Torre e Espada, do Valor Lealdade e Mérito, 1955; grande-colar da Ordem do Infante D. Henrique, 1973; grã-cruz da Ordem Militar de Avis, 1979 e grã-cruz da Ordem Militar de Cristo, 1993.

· Aurélio F. Fonseca, Jácome de Bruges Bettencourt, Duque de Edimburgo, José Guilherme Reis Leite, J.H. Simões Flores (vice-cônsul honorário da Grécia). Solar da Madre de Deus em Angra, 1991.03.24.

Na sua passagem por Angra do Heroísmo em 1991, o então Ministro da República para a Região Autónoma dos Açores, general Vasco Rocha Vieira, ofereceu-lhe após a receção, um jantar em sua honra no solar da Madre de Deus, onde ficou instalado, estando presentes cerca de 20 convidados. Como aperitivo foi servido um verdelho dos Biscoitos, Praia da Vitória, Brum  (seco) da Casa Agrícola Brum, Lda e como digestivo um Madeira da Henriques & Henriques, Lda.

No último dia da visita do Duque de Edimburgo aos Açores, este deslocou-se a S. Miguel, tendo o então presidente do Governo Regional, Mota Amaral, organizado um almoço em sua honra no palacete do Parque Terra Nostra, propriedade da empresa detentora do Hotel das Furnas, ou seja, o Grupo Bensaude.

Recordo que na minha última estada pela 5ª vez em Londres, de 3 a 12 de junho de 2010, mas nessa altura, percorrendo a Inglaterra, Irlanda, Escócia e País de Gales, voltei a avistar o Duque de Edimburgo dia 5, no parque circundante ao palácio de Buckingham, numa espetacular cerimónia com desfile de militares a cavalo, de que guardo imagens fotográficas.

Curiosamente, quando esperava, no dia 12 à noite, no aeroporto de Heathrow o avião de regresso, eis que reparo se dirigirem a mim e à minha mulher, S.A.R. o senhor D. Duarte de Bragança e o Príncipe da Beira, D. Afonso, que igualmente aguardavam o mesmo voo para Lisboa. Eles, também com parentescos em todas as casas reais europeias…

O Príncipe Philip reuniu uma biblioteca pessoal de cerca de 12 mil obras e para além de leitor atento, escreveu 14 livros e fez 5.500 discursos, marcando presença sozinho, em mais de 22.300 atos oficiais. Gostava de pintar. Apreciava cozinhar.

Pescava, assim como adorava tudo o que se relacionasse com o mar, como marinheiro que foi. Praticou várias modalidades desportivas. Viajou como poucos, por todo o Mundo.

As homenagens ao Duque de Edimburgo multiplicaram-se extraordinariamente por toda a Inglaterra e Comunidade Britânica. Sem dúvida, o que vem demonstrar a estima que o Povo tem pela sua monarquia e a figura de Isabel II.


Casa da Quinta da Estrela, em Angra do Heroísmo, 2021.04.09


sábado, 1 de maio de 2021

Os Maios ...

Primavera! 
Fertilidade! 
Novo ano agrícola!    Bons frutos!



  "Ano de nêsperas, ano de uvas"

“As vinhas de baixo comidas, as de cima moídas” ...aqui


sexta-feira, 30 de abril de 2021

EFEMÉRIDES AÇORIANAS - MAIO (12 A)

Horta - Ilha do Faial- Açores

1.1949- É inaugurada, na Horta, a agência da Caixa Geral de Depósitos

2.1955- É inaugurado, pelo comandante Henrique Tenreiro, o Bairro dos Pescadores na freguesia de S. Mateus da Calheta, concelho de Angra do Heroísmo.

3.1865- É concedido á Horta o título de Muito Leal Cidade.

4.2017-O bispo de Angra assina o decreto episcopal que cria três novos vigários episcopais de zona e um para a formação.

A decisão de D. João Lavrador, depois de ouvidos os conselhos Presbiteral(Clero) e Pastoral Diocesano (maioritariamente leigos), que deram parecer favorável, fundamenta-se na “realidade geográfica, demográfica e contexto sócio-cultural da Diocese”, sublinha o decreto episcopal a que o Sitio Igreja Açores teve acesso.

Os três novos vigários são o Cónego Adriano Borges (reitor do Santuário do Santo Cristo) para as ilhas de São Miguel e Santa Maria; o Pe. João Bettencourt das Neves (Pároco das Lajes do Pico) para as ilhas do Faial, Pico, Flores e Corvo e o Vigário Geral, Cónego Hélder Fonseca Mendes acumulará a função de vigário episcopal para as ilhas Terceira, São Jorge e Graciosa. O novo vigário episcopal para a formação é o Cónego Ângelo Valadão, deão da Sé de Angra e Vigário do Curato de São Carlos, na ilha Terceira.

5.1698- Os irmãos da Irmandade das Almas da freguesia da Ribeirinha, Ilha Terceira, continuam  em  reflexão.

6.1950. Tem novo edifício sede o Clube Asas do Atlântico na ilha de Santa Maria.

7.2016- As paróquias da freguesia dos Arrifes, Ilha de S. Miguel, organizam o dia do Catequista , participando as ouvidorias da Ilha.

8.1602- O Bispo D. Jerónimo Teixeira Cabral visita S. Sebastião (Ilha Terceira)

9.2001- Decorre em Angra do Heroísmo, o Colóquio Internacional “Modelos da Europa”.

10.1947- Nasce, na Vila de Cascais, Roberto Artur da Luz Carneiro. 

Tirou a Escola Primária no Colégio do Sr. Tenente Areias, na Rua de Santo Espírito em Angra do Heroísmo, concluindo o Liceu na mesma Cidade, um aluno brilhante, com nota 20!
Nunca esqueceu a Ilha Terceira!

Emprestou a sua voz ao Hino da Confraria do Vinho de Verdelho dos Biscoitos (Ilha Terceira)ver »aqui

 Roberto Carneiro, é engenheiro, professor e político, tendo sido Ministro da Educação em Portugal.

11.1941- Chega à Ribeira Grande na Ilha de S. Miguel, o serviço telefónico.

12.2007-Falece o Ilustre Terceirense Ricardo Jorge Machado Mendes da Rosa» aqui

13. 1964- É inaugurado o nicho da Virgem Peregrina na freguesia dos Biscoitos, Ilha Terceira

14- 2003- É inaugurado no Largo do Infante, na cidade da Horta, o “Monumento comemorativo dos 25 anos de Autonomia Legislativa Regional”, de autoria do escultor micaelense Álvaro Raposo de França.

15.1641- Por provisão se manda dar a cada vereador das Câmaras da Ilha terceira, a exemplo do que se pratica na Ilha de S. Miguel, dois cruzados, todas as vezes que integrem procissões, e outro tanto por visitarem as fortificações. Pelos mesmos serviços se abonam 700réis a cada um dos oficiais de outros misteres. 

16. 2014- Encerra na Biblioteca Pública e Arquivo Regional de Angra do Heroísmo, a «Vinum Culturae Nostrae Est», Exposição de rótulos de garrafas de vinhos regionais provenientes da colecção de Luís Mendes Brum, gentilmente cedidos por este coleccionador. »aqui

17.1832- São extintos os conventos pelo decreto n.º 25. 

18.1858-Nasce na Horta Florêncio Terra. Professor, Contista e Jornalista. Teve como pseudónimo “Ricardo”.

19.2016- Decorre no Auditório da Biblioteca Pública e Arquivo Regional de Ponta Delgada um debate intitulado "Azores Aquarium", organizado pela Delegação dos Açores da Ordem dos Arquitectos e do Fórum Açoriano.

20.1922- É inaugurada na Ilha de S. Miguel a exposição de pintura de Luiz Bernardo Leite Athaíde.

21.1932- O Dornier Do X amarou na freguesia da Ribeirinha, Ilha do Faial.

22.2001- É inaugurada, na cidade do Porto, a Casa dos Açores do Norte.

23.1971- É inaugurado no Parque Terra Nostra, nas Furnas, Ilha de S. Miguel, o busto a Thomas Hickling.

24. 1614- Forte sismo abala a praia da Vitória e arredores.

25. 1786- Morre em D. Pedro III e as Câmaras da Ilha Terceira mandam observar o luto da seguinte forma: “ Mandamos a todas as pessoas de um e outro sexo pratiquem o sobredito luto a saber - os homens com fumo nos chapéus e nos gorros, e as mulheres usarão de mantilhas pretas, e toalhas lisas, e todos de fivelas cobertas, pelos espaço do dito tempo, com pena de 6#000reis e 30 dias de cadeia. Também se ordenou que as mesas dos tribunais se cobrissem de luto”

26.1968- É benzido o nicho dedicado a Nossa Senhora do Ar localizado na Ribeirinha , Ilha de São Miguel.

27. 2017-Termina  Azores Trail Run,uma  prova de corrida em trilhos que se realizou nas Ilhas do  Pico e do  Faial.

28.1941- É constituído o Museu Municipal da Horta.

29.1999- Terminam, em Angra do Heroísmo, as Jornadas de Medicina e Clínica Geral.

30.1841- Entra no porto da Horta, vindo de Cadiz, o brigue Xeter de nacionalidade inglesa. 

31.1964- É benzida, no caminho junto à Vila Nova do Corvo (Ilha do Corvo) um nicho com a escultura de N.ª S.ª dos Caminhos.

Fontes: Açores1918; Marcelino Lima-Anais da Ilha do Faial1943- Guido de Monterey-As Duas Ilhas do Oriente.



quinta-feira, 8 de abril de 2021

PROVÉRBIOS E PENSAMENTOS - CONSELHOS

 - "Os conselhos, que lisonjeiam as paixões, são os mais escutados"

- "Nada se dá com tanta liberalidade, como os conselhos"

- "É mais seguro receber conselhos, que dá-los"

- "Os conselhos, que damos aos outros, devem toma-los para nós"

- "Os que pedem conselhos, mais vezes o fazem para serem aplaudidos, que para serem esclarecidos"

- "Os conselhos são favores. É necessário, a não o exigir a caridade, esperar que se peçam; o oferece-los é prostitui-los"

- "Tanta discrição é necessária para dar conselhos, como docilidade para os receber"

- "Nada há mais sincero, que a maneira de pedir conselhos, e de dá-los"

- "Os conselhos dos moços derivam das ilusões; os dos velhos dos seus desenganos"

- "Em conselho , ouvi o velho"

- "Os conselhos dos mortos são mais sinceros e mais seguros, que os dos vivos"

- "Se quereis um bom conselho, consultai o travesseiro"

(continua)

quinta-feira, 1 de abril de 2021

Compilação da Imprensa (108)

Anteriores Aqui

 Sommelier
Asociace sommelierů ČR

Vína Azorských

                  Por: Lenka Klimesová e Pavel Klejna


Outras "Parras" :

Planta da Freguesia dos Biscoitos (ano 1830) aqui

Plantas Vasculares nas Vinhas dos Biscoitos (ano 1971) aqui.

"A vinha perde-se e a população nada ganha" (ano 1994) aqui.

"Região de Biscoitos, nos Açores - Casas em vez de vinhas" - Santos Mota (ano 1994) - aqui.

"Biscoitos: que futuro? "-José Aurélio Almeida (ano 1996) - aqui.

"As Vinha dos Biscoitos" -Bailinho de Carnaval da Freguesia das Fontinhas. (ano 1997) aqui.

Pisa e Mosto (1997) aqui

Sinónimos- Casta Terrantez da Terceira -Aqui

"Uma virada nos Biscoitos"(Açores)- (ano 1998) aqui.

O viticultor açoriano está envelhecido (ano 1998/99) aqui

“Provedor de Justiça dá razão à Confraria” (ano 1999) aqui.

“Museologia de Interpretação da Paisagem Ecomuseu dos Biscoitos, da ilha Terceira” - por Fernando Santos Pessoa (ano de 2001) aqui.

"Carta de risco geológico da Terceira" (ano ano 2001) aqui.

"Paisagem Báquica - Memória e Identidade" - Aurora Carapinha (ano 2001) aqui.

“A Paisagem Açoriana dos Biscoitos” - por Gonçalo Ribeiro Telles (ano 2002) aqui.

"Fadiga sensorial" (ano 2007) aqui.

"Defender curraletas!" (ano 2007) aqui.

"Tutores" (ano 2007) aqui.

"Rememorando as origens dos Biscoitos nos séculos XV e XVI"- por Rute Dias Gregório (ano 2008) aquiaqui e aqui.

“A Vinha, o Vinho dos Biscoitos e o Turismo” - por Margarida Pessoa Pires (ano 2009) aqui.

S. Pedro e S. Paulo .../... Quinta-feira dos compadres  (Carnaval na Ilha Terceira -16/02/2017)aqui

"O Aditivo"- por Francisco dos Reis Maduro-Dias -ano de 2009 Aqui

A Casa Agrícola Brum tem nova administração - ANO de 2010 AQUI

Biscoitos de Lava para os “sete magníficos” (ano 2011) aqui

"Acerca do vinho" -por Francisco Maduro-Dias (ano 2011) Aqui

Produção de vinho nos Biscoitos em 2015 - Aqui

Carnaval- Quinta -feira de Compadres na Ilha Terceira (Fevereiro 2017)- Aqui

Garrafa Comemorativa do 125.º Aniversário da Casa Agrícola Brum - 2015 - Vídeo Aqui

BRUM 130 Anos de Tradição  (Ano 2020) Aqui