quinta-feira, 7 de maio de 2009

Censura: pensamentos e provérbios

-A censura é um tributo, que se paga ao público, pelo merecimento que se tem.
- Não há pessoa, não há obra, não há acção, não há mesmo virtude, que não tenha algum censor.
- A censura poupa os corvos, e persegue as pombas.
- A censura, para produzir mais efeito, costuma acompanhar-se de alguns louvores.
- Há censuras que fazem as vezes de louvores, e louvores que fazem as vezes de censuras.
- Exercida, as mais das vezes, por aqueles que dela deviam ser objecto, a censura irrita, e não corrige ninguém.
- Não deis importância às censuras daqueles, de quem desprezais os elogios.

Sem comentários: