quinta-feira, 27 de dezembro de 2018

PATRIMÓNIO DAS ÁGUAS DE ANGRA

Um excelente trabalho de Vítor Brasil




Contando com a presença de mais de um cento de participantes, no Salão Nobre dos Paços do Concelho de Angra do Heroísmo, no passado dia 20 de dezembro, foi apresentado o livro Património das Águas de Angra, uma notável obra que constou como tese de mestrado de Vítor Batista Medeiros Brasil e, sem dúvida, é um dos mais interessantes trabalhos sobre o tema.

Contando este livro 424 páginas, reproduzindo centenas de imagens sobre o assunto, este livro teve a chancela do Instituto Histórico da Ilha Terceira e contou com o apoio da Direcção Regional da Cultura e da Câmara Municipal de Angra do Heroísmo.

O seu autor, Vítor Brasil, é licenciado em História Científica e mestre em Estudos do Património. Nascido em Angra em 1973, é desde 2001 funcionário Municipal, primeiro como administrativo, trabalhando nas secções de obras, de aprovisionamento e do património, até 2010, altura em que é reclassificado como técnico superior, sendo-lhe reconhecida, assim, a sua competência. 
Já era autor de textos que abordam a história e património edificado das águas, sobretudo na área urbana de Angra.

Recordamos que este município tem contado no seu quadro de pessoal com autores que publicaram obras, como Gervásio Lima, Luís da Silva Ribeiro, João Dias Afonso, Jácome de Bruges Bettencourt, Carina Fortuna, Paulo Mendes Barcelos e agora Vítor Brasil.

A apresentação de Património das Águas de Angra esteve a cargo de Paulo José Mendes Barcelos, que, conhecedor do assunto, soube evidenciar claramente o interesse deste trabalho que, sem dúvida vem enriquecer, sobremaneira, agora o tema.

Interessantes também, as imagens contidas neste livro, como as do grande fotógrafo que foi, António José Leite, já conhecidas, a de Wilhelm Tobien, do The National Geographic Magazine (1935), William George Hawkins (1944) e as inéditas de Maria José Rego Machado dos Santos (falecida cerca de 1994). Não esquecendo a magnífica recolha de Vítor Brasil, ao fixar imagens de chafarizes, lavabos, tanques, arquinhas, cisternas e outras alusivas.


Segundo Vítor Batista Brasil afirmou a Bagos d' Uva:

"A cidade de Angra do Heroísmo, inscrita em 1983 na lista do Património Mundial da UNESCO, encerra um património arquitectónico excepcional a todos os níveis. Deste património destacam-se, naturalmente, os elementos relacionados com a arquitectura da água, muito representativos, quer na variedade tipológica e estilística, quer na variedade funcional e operacional. 

Quer pela sua riqueza e diversidade, quer pelo perigo de desaparecimento, em que boa parte do património das águas de Angra se encontra, torna-se urgente estudá-lo, referenciá-lo e, principalmente, preservá-lo. Conhecer é mais do que saber que existe. Este estudo representa um esforço para criar uma ferramenta que, de um modo concertado, ajude à gestão desse património de valor cultural inestimável.

Este estudo está estruturado em três partes. Na primeira, pela pesquisa e tratamento das diversas fontes de informação, organizou-se uma síntese histórica da evolução dos sistemas de captação, condução e abastecimento de água em Angra, bem como da sua administração. Na segunda, apresenta a inventariação — descrição e distribuição —, o mais exaustiva possível, das estruturas relacionadas com o património vernáculo das águas das cinco freguesias urbanas de Angra do Heroísmo, sejam públicas ou privadas, religiosas ou civis, danificadas ou intactas. Na terceira, e última, apresenta um conjunto de propostas e estratégias que podem, e devem, ser observadas para a protecção, salvaguarda e valorização deste património, assim como alguns casos de boas práticas a respeitar.

Julgamos ter criado um importante instrumento que permite efectuar pesquisas de natureza quantitativa e qualitativa, fundamentais para delinear estratégias de intervenção, definir planos de manutenção preventiva, de salvaguarda e valorização deste património.

Sem pretensão alguma de esgotar o tema do memorial histórico e patrimonial hidráulico angrense, parece-nos interessante e importante tomar este ponto de partida, para o estabelecimento de um estudo de carácter científico. Apresenta documentação teórica e coloca hipóteses de abordagem a esta temática, constituindo aquilo que esperamos venha a ser um útil instrumento de base para outros estudos."

Soubemos ainda que Vítor Brasil vai continuar o seu trabalho com o estudo e inventariação da parte rural, bem assim do Concelho da Praia da Vitória, que fica a faltar para cobertura integral de toda a ilha.

Está de parabéns o Vítor e nós também, pelo precioso trabalho que nos oferece.

Ponce de Leão

segunda-feira, 17 de dezembro de 2018

Compilação da imprensa (82)

Os anteriores AQUI

NOTAS SOBRE OS CAMINHOS DE UMA
REDE QUE NASCE
Esta Rede, eu quero!
                                                                                     Na Revista  CulturAçores
                                                                         de Cultura -n.º 8
                                                                          Janeiro-Junho 2018
Clicar nas imagens para ler melhor




Outras "Parras" :

Planta da Freguesia dos Biscoitos (ano 1830) aqui

Plantas Vasculares nas Vinhas dos Biscoitos (ano 1971) aqui.

"A vinha perde-se e a população nada ganha" (ano 1994) aqui.

"Região de Biscoitos, nos Açores - Casas em vez de vinhas" - Santos Mota (ano 1994) - aqui.

"Biscoitos: que futuro? "-José Aurélio Almeida (ano 1996) - aqui.

"As Vinha dos Biscoitos" -Bailinho de Carnaval da Freguesia das Fontinhas. (ano 1997) aqui.

Pisa e Mosto (1997) aqui

Sinónimos- Casta Terrantez da Terceira -Aqui

"Uma virada nos Biscoitos"(Açores)- (ano 1998) aqui.

O viticultor açoriano está envelhecido (ano 1998/99) aqui

“Provedor de Justiça dá razão à Confraria” (ano 1999) aqui.

“Museologia de Interpretação da Paisagem Ecomuseu dos Biscoitos, da ilha Terceira” - por Fernando Santos Pessoa (ano de 2001) aqui.

"Carta de risco geológico da Terceira" (ano ano 2001) aqui.

"Paisagem Báquica - Memória e Identidade" - Aurora Carapinha (ano 2001) aqui.

“A Paisagem Açoriana dos Biscoitos” - por Gonçalo Ribeiro Telles (ano 2002) aqui.

"Fadiga sensorial" (ano 2007) aqui.

"Defender curraletas!" (ano 2007) aqui.

"Tutores" (ano 2007) aqui.

"Rememorando as origens dos Biscoitos nos séculos XV e XVI"- por Rute Dias Gregório (ano 2008) aquiaqui e aqui.

“A Vinha, o Vinho dos Biscoitos e o Turismo” - por Margarida Pessoa Pires (ano 2009) aqui.


"O Aditivo"- por Francisco dos Reis Maduro-Dias -ano de 2009 Aqui

A Casa Agrícola Brum tem nova administração - ANO de 2010 AQUI

Biscoitos de Lava para os “sete magníficos” (ano 2011) aqui

"Acerca do vinho" -por Francisco Maduro-Dias (ano 2011) Aqui

Produção de vinho nos Biscoitos em 2015 - Aqui

Garrafa Comemorativa do 125.º Aniversário da Casa Agrícola Brum - 2015 - Video Aqui

sábado, 1 de dezembro de 2018

Efemérides Açorianas Dezembro (10)

Angra do Heroísmo – Alçado principal da nova sede de “Os Montanheiros”.

1.1985- É lançada a primeira pedra da sede social de “Os Montanheiros” – Sociedade de Exploração Espeleológica, no local onde existiu a casa onde morou o Dr. Joaquim Vaz Côrte-Real e que o sismo de 1 de Janeiro de 1980 arruinara (o alçado principal é somente uma réplica.)

2.2012- Abre no Museu de Angra do Heroísmo a exposição “Formas do Contemporâneo”  na ”Sala Dacosta”. 

3.1893 - Sai a primeira edição do jornal “A União” fundado, na cidade de Angra do Heroísmo, por Manuel Vieira Mendes da Silva e seu director, acompanhado por escol de colaboradores como consta no cabeçalho daquele vespertino: Alfredo Mesquita, Dr. Alfredo da Silva Sampaio, Dr. António da Fonseca Carvão, Francisco de Azevedo Cabral, Frederico Lopes, vigário José Alves da Silva, José Joaquim dos Reis e Teotónio Paim de Ornelas Bruges.

4.1924- É fundada na Vila da Calheta a Companhia Calhetense de Electricidade.

5.2008- Tem início na sala do capítulo , no Museu de Angra do Heroísmo, a Mostra de desenhos pertencentes a Natália Correia e Dórdio Guimarães.

6.2016- O Secretário Regional da Agricultura e Florestas, João Ponte, visita a Cooperativa Cooperativa Agrícola do Bom Pastor, em Ponta Delgada.

7.2016- Um grupo de idosos do Centro Comunitário da Terra Chã visita na Biblioteca Pública e Arquivo Regional Luís da Silva Ribeiro a Exposição de Presépios, da coleção de Duarte Rosa.

8. 1982- Comemora-se a inauguração dos 10 KWS da Rádio Clube de Angra, brindado com um BISCOITOS D’HONRA…

9. 1079- É é colocada a primeira pedra da Casa do Povo do Pico da Pedra, ilha de S. Miguel.

10.2016- Encerra na galeria do Instituto Açoriano de Cultura, em Angra do Heroísmo, a Exposição de Fotografia- Uma Homenagem aos Últimos Heróis Portugueses da Pesca do Bacalhau.

11. 1999 – Encerra no Palácio dos Capitães Generais, em Angra do Heroísmo uma exposição de Pintura de Enrique Valero, residente e com atelier em Madrid. O Mestre Enrique Valero viveu muitos anos na Ilha Terceira.

12.1971- Desde do passado dia 10 até dia 15 pf 10-15  a ligação TAP -Lisboa-New York passa a a fazer escala  no aeroporto das Lajes em vez do da ilha de Santa Maria.

13.1993- A Divisão de Cadastro Vitícola do IVV- Instituto da Vinha e do Vinho apresenta a Lista Nacional onde se encontra registada a casta Terrantez da Terceira.

14.1971- Durante a cimeira Nixon/Pompidou/Marcelo Caetano, realizada na ilha Terceira, o director da United Press International, Aldo Tripinni, refere que o ícone da gastronomia da gastronomia daquela Ilha, a Alcatra: “É uma sinfonia de sabores e de perfumes”. Durante a cimeira foram servidos vinhos dos Biscoitos da casta  “Verdelho”  de Manuel Maria Brum (Casa Agrícola Brum); Linhares dos Santos e vinho tinto da casta “Ramisco” de Luís Lima.

15. 2012- Termina em Ponta Delgada o Colóquio Internacional “Territórios e Dinâmicas Imperiais”.

16.1957- A Orquestra Filarmónica de Angra actua no Salão teatro Praiense.

17.1981- É fundada a Filarmónica Recreio de São Lázaro, freguesia do Norte Pequeno, Ilha de São Jorge.

18.1991- A Divisão de Obras da Câmara Municipal de Angra do Heroísmo chama a atenção do munícipe : “se  vai ampliar a sua moradia ou qualquer outro tipo de edifício, não pretenda introduzir coberturas, chaminés, portas janelas ou qualquer outro elemento arquitecónico, que seja estranho ao edifício existente. A procura da harmonia do conjunto, poderá ser apoiada pela consulta, no seguinte horário: quita-feira das 14.30 às 17.00 – sexta-feira das 09.30 às 12,00. Já pensou o que seria UMA VACA COM PATAS DE COELHO”.

19.1991- A Divisão de Obras da Câmara Municipal de Angra do Heroísmo chama a atenção do munícipe : “Se possui um estabelecimento comercial e pretende dotá-lo com qualquer tipo de toldo, ou de anúncio luminoso não tome essa iniciativa sem nos contactar. Evitará assim afugentar a clientela, a longo prazo, por destruição, ou subaproveitamento, do recurso turístico, que constitui o nosso património arquitetónico.”

20.1994- É inaugurada no Palácio dos Capitães Generais , em Angra do Heroísmo, a Exposição “Brincadeiras – Brincar, aprender, conviver...”.

21.2016-O Museu Carlos Machado, Ponta Delgada, apresenta no Núcleo de Santo André daquela cidade, o catálogo do circuito de História Natural. Patente uma exposição sendo a mesma visitada na companhia do coordenador da coleção, João Paulo Constância.

22.1983- O Grupo 52 da Associação dos escoteiros de Portugal, reúne-se em convívio natalício. 

23. 2016- The Big Muffin Orchestra actua na Praça Velha , em Angra do Heroísmo.

24.1983- Integrada no programa festivo do seu vigésimo aniversário “Os Montanheiros”,, organizou a tradicional Missa do Galo, na Guta do Natal,(interior da ilha Terceira), sendo baptizado o neófito Luís Miguel. No final foi servido um abundante e adorado cozido à portuguesa convencionada nas fumarolas das “Furnas do Enxofre”.

25.2016-  Aviso amarelo, devido à chuva forte para os grupos central e oriental dos Açores.  

26. 2016- Falece  o guitarrista e fadista José Pracana,  natural da ilha de  S. Miguel.

27. 2008 - Michail Kuznetsov, director da União de Desenvolvimento de Cidades Cientificas, na Rússia, e Margarita Kostikova, Vice-Presidente do movimento político “União Social Democrata”, visita o Museu do Vinho dos Biscoitos da Casa Agrícola Brum.

28.1991- O Dr.António José Nabais, em “Subsídios para o Estudo do Património Industrial na Região Autónoma dos Açores” destaca”Nos Biscoitos existe um Museu do Vinho, recentemente inaugurado nos antigos espaços de fabrico do vinho (particular da Casa Brum, mas aberto ao público); possui uma notável colecção de objectos vitivinícolas e um programa bem concebido; de grande valor didático e cientifico e de interesse turístico (...)”.

29.2016- A  Rumbo Agência de Viagens tem  disposição um bilhete de avião de Lisboa para Ponta Delgada por 25 euros. Preço para deslocação no dia 10 e 11 de Janeiro de 2017.

30.2016-  Os agricultores dos Açores que se candidataram às ajudas e prémios do POSEI vão recebem  um valor global de cerca de 20 milhões de euros, anuncia  o  Secretário Regional da Agricultura e Florestas.

31. 1946- É colocado definitivamente o busto do Rei de Portugal no Largo Prior do Crato, em Angra do Heroísmo, fundido em alumínio puro, sendo utilizado material do primeiro avião que durante a última guerra caiu na Ilha Terceira. O busto pesa 255 quilos e tem de altura 1m, 20 cm e de largo 0m, 85 cm. A sua execução obteve-se na Fábrica de Fundição Terceirense, dirigida por António Paula de Azevedo Soares. (a 6 de Abril de 1941 inaugurou-se oficialmente a urbanização do Largo. Por diversas dificuldades, não foi viável a Maduro Dias, o artista que se incumbiu daquela obra, que o busto do Rei fosse ali colocado, definitivamente, como se decidira, sendo por isso utilizado, a título provisório, um modelo de material menos consistente, até se tornar possível a sua substituição).

 Fonte: Fonte: Arquivos de José da Silva Maya, Álvaro de Castro Meneses, “Revista Ilha Terceira”; Boletim Municipal CMAH, Boletim do Instituto Histórico da Ilha Terceira Vol.XLIX  e “Almanaque Açores”.

sábado, 17 de novembro de 2018

Compilação da imprensa (81)

Os anteriores AQUI

In Revista Verdelho-Nº 5- Ano 2000


Outras "Parras" :

Planta da Freguesia dos Biscoitos (ano 1830) aqui

Plantas Vasculares nas Vinhas dos Biscoitos (ano 1971) aqui.

"A vinha perde-se e a população nada ganha" (ano 1994) aqui.

"Região de Biscoitos, nos Açores - Casas em vez de vinhas" - Santos Mota (ano 1994) - aqui.

"Biscoitos: que futuro? "-José Aurélio Almeida (ano 1996) - aqui.

"As Vinha dos Biscoitos" -Bailinho de Carnaval da Freguesia das Fontinhas. (ano 1997) aqui.

Pisa e Mosto (1997) aqui

Sinónimos- Casta Terrantez da Terceira -Aqui

"Uma virada nos Biscoitos"(Açores)- (ano 1998) aqui.

O viticultor açoriano está envelhecido (ano 1998/99) aqui

“Provedor de Justiça dá razão à Confraria” (ano 1999) aqui.

“Museologia de Interpretação da Paisagem Ecomuseu dos Biscoitos, da ilha Terceira” - por Fernando Santos Pessoa (ano de 2001) aqui.

"Carta de risco geológico da Terceira" (ano ano 2001) aqui.

"Paisagem Báquica - Memória e Identidade" - Aurora Carapinha (ano 2001) aqui.

“A Paisagem Açoriana dos Biscoitos” - por Gonçalo Ribeiro Telles (ano 2002) aqui.

"Fadiga sensorial" (ano 2007) aqui.

"Defender curraletas!" (ano 2007) aqui.

"Tutores" (ano 2007) aqui.

"Rememorando as origens dos Biscoitos nos séculos XV e XVI"- por Rute Dias Gregório (ano 2008) aquiaqui e aqui.

“A Vinha, o Vinho dos Biscoitos e o Turismo” - por Margarida Pessoa Pires (ano 2009) aqui.


"O Aditivo"- por Francisco dos Reis Maduro-Dias -ano de 2009 Aqui

A Casa Agrícola Brum tem nova administração - ANO de 2010 AQUI

Biscoitos de Lava para os “sete magníficos” (ano 2011) aqui

"Acerca do vinho" -por Francisco Maduro-Dias (ano 2011) Aqui

Produção de vinho nos Biscoitos em 2015 - Aqui

Garrafa Comemorativa do 125.º Aniversário da Casa Agrícola Brum - 2015 - Video Aqui

quinta-feira, 1 de novembro de 2018

Efemérides Açorianas Novembro (10)




1.2003- No “Mercado de Vinhos de Campo Pequeno” o vinho dos Açores “Chico Maria” está presente num “curso de iniciação à prova” orientado pelo especialista em vinhos Tomás Caldeira Cabral.

2.1979- Trabalhadores dos serviços de telecomunicações dos CTT de Angra do Heroísmo durante os trabalhos de abertura de valas, na Praça Sousa Júnior, para assentamento de cabo destinado ao aumento da rede telefónica deparam-se com uma espécie de talhão, com Altura:2,20 metros x 2, 20 metros largura, cavado no tufo da terra e com boca em cantaria. Aliás, no Alto das Covas, em faina idêntica, têm os mesmos trabalhadores situado vãos semelhante. É evidente que o silo agora achado e destruído terá pertencido ao Mosteiro de S, Sebastião (religiosas Recoletas ou Mantelatas) que desde meados de 1608 existiu no edifício da anterior cadeia civil, ao cimo da rua do Galo, até ao célebre decreto n.º 25 de 17 de Maio de 1832, que extinguiu os conventos nos Açores.
Também a 2 de Novembro de 1816- Nasce em Angra João d’Illion e Silva.)

3. 1997- Pela  CVR – Açores (na Vila da Madalena , (ilha do Pico) é certificado o 1.º Vinho da Ilha Terceira  -BRUM BISCOITOS - da Casa Agrícola Brum). Cadastro das videiras aqui).

4.206- Um Boeing 777- 300 ER da companhia àrabe Qtar AirWays aterra de emergência na Base das Lajes, ilha Terceira, com vários feridos a bordo, sendo os mesmos assistidos de imediato. A aeronave vinha do aeroporto internacional de Washington – Dulles, nos Estados Unidos da América, rumo ao aeroporto internacional de Doha, no catar, quando foi surpreendido por uma violenta tempestade provocando pânico a bordo e ferimentos  em alguns dos passageiros. 

5.2009- Abre em Madrid a Exposição “Canto da Maia- o escultor português do silêncio”.

6.2012- O XI Governo i dos Açores toma posse na Cidade da Horta.

7.1965- É colocada a primeira pedra da Casa do Povo da Ribeirinha, ilha de S. Miguel.

8.2009- Realiza-se na Sé de Angra um concerto comemorativo do aniversário da criação da diocese e da cidade, com os artistas: Joana de Quinhones – Levy , soprano; Sofia Pedro, Mezzo-soprano; João Rodrigues , tenor; Rui Baeta , barítono;  Duarte Gonçalves , direcção musical. 

9.1996- Tem lugar na Câmara Municipal de Angra do Heroísmo a III Investidura de Confrades na Confraria do Vinho de Verdelho dos Biscoitos. 

10.2015– O Artista David Fernandes oferece a Luís Mendes Brum um ex-líbris, com a marca de posse deste, da sua autoria.

11.1945- O navio da marinha inglesa “Irisky” naufraga na baía da Fajã do Negro, ilha de São Jorge.

12.1886- Chegam  os resultados das análises que a  firma Gil & C.ª enviara para o Rio de Janeiro- amostras de vinho da casta vitis labrusca (vinho de cheiro).

13.2009- Tem início o “Ciência à Sexta” no Departamento de Ciências Agrárias de Angra do Heroísmo da Universidade dos Açores.

14.2014- Falece Alberto Madruga da Costa antigo presidente do Governo Regional dos Açores.
15.2016- Termina nos Açores a Campanha SOS Cagarro deste ano.

16. 2016- O Secretário Regional da Agricultura e Florestas, João Ponte, reúne-se com a Direção da Cooperativa Agrícola de Lacticínios, nos Cedros, ilha do Faial.

17.2006- Último dia para a entrega dos trabalhos para o 1.º Concurso Fotográfico da Macaronésia Europeia.

18.2008- Toma posse o novo X Governo dos Açores.

19.2016- Abre na Praia da Vitória um restaurante de franchise de Ângela Vieira e Luísa Aguiar.

20. 1996 - Por Despacho do Governo Regional dos Açores  são aprovados os estatutos, como pessoa colectiva e de utilidade pública do Grupo Folclórico e Etnográfico da Ribeirinha “Recordar e Conhecer”, da Ilha Terceira.

21.2014- A fadista Cuca Roseta actua no Coliseu Micaelense.

22. 2008- A Associação dos Antigos Alunos do Convento de S. Francisco da Ilha Terceira, festeja  16 anos de existência.

23.2008- A Associação de Profissionais de Turismo de Portugal  Termina  na ilha Terceira o 1º Congresso de Profissionais de Turismo de Portugal  na Terceira “Profissionais de Turismo /Novas Visões, Mais Oportunidades”. 

24. 2016- Realiza-se na Biblioteca Pública e Arquivo Regional de Ponta Delgada o “Encontro com Escritores”, dedicado a Teolinda Gersão e Djaimilia Pereira de Almeida com a apresentação de Leonor Sampaio e Madalena Teixeira da Silva, docentes da Universidade dos Açores.

25.1979- O Dr. Rui Mesquita toma posse, no Salão Nobre dos Paços do Concelho de Angra do Heroísmo, como delegado, nesta cidade, da Secretaria Regional do Comércio e Industria dos Açores.

26.2010- O Professor Doutor Rafael Chambouleyron fala sobre "A Amazónia Colonial e as Ilhas do Atlântico: povoamento, recrutamento e escravidão" na Biblioteca Pública e Arquivo Regional de Angra do Heroísmo.

27. 2014- O Centro de História d’Aquem e d’Além Mar promove na Lagoa, ilha de S. Miguel, um colóquio internacional onde  o mar é o temo central. “Mar dos Açores, Mar de Portugal e Mar da Europa: aprofundar o passado e projectar o futuro”.

28. 1859 - É fundada na cidade da Horta a Sociedade Amor da Pátria.

29.1993- A Confraria do Vinho de Verdelho dos Biscoitos está presente na Entrega de Prémios do VII Concurso Nacional de Vinhos engarrafados, cerimónia que se realiza no Casino Estoril. 

30- 1996- A Confraria do Vinho de Verdelho dos Biscoitos está presente, em Peso da Régua, na entrega de prémios do VII Concurso de Vinhos de Denominação Douro.

31. 1883- Começa a funcionar o relógio do edifício dos Paços do concelho da Vila das Velas.

Fonte: Arquivos de José da Silva Maya, Álvaro de Castro Meneses, “Revista Ilha Terceira” e “Almanaque Açores”.

terça-feira, 30 de outubro de 2018

PAULO AGOSTINHO SERPA VIEIRA DE AREIA





No passado dia 14 de Setembro de 2018, faleceu em Angra do Heroísmo, com doença de foro oncológico, o sócio subscritor do Instituto Histórico da Ilha Terceira, Paulo Agostinho Serpa Vieira de Areia, natural da freguesia de Nª. Sr.ª da Conceição desta cidade, onde nasceu a 18 de Fevereiro de 1942. Era o filho mais novo de D. Maria do Livramento Serpa Vieira da Areia, natural da mesma freguesia de Angra e do tenente do exército Agostinho José Vieira d’ Areia, nascido na freguesia das Lajes, Praia da Vitória, demitido ao participar na Revolução de Abril de 1931, pelo que, possuidor do Curso do Magistério Primário, se dedicou ao ensino, criando uma escola particular muito frequentada à época. Aderiu à Maçonaria o tenente Areia (Prometeu) e no início de 1932 tentou formar um Triangulo na Vila do Porto, para o que estava autorizado.

Paulo Agostinho Vieira de Areia fez os estudos primários e secundários na cidade natal e cursou a Escola de Regentes Agrícolas de Santarém. Porém, logo após concluir o curso, ingressou nos quadros da TAP, encontrando-se aposentado há alguns anos. Trabalhou no Aeroporto de Lisboa, tendo em 1976 pedido transferência para o Aeroporto das Lajes, onde exerceu várias vezes, em regime de substituição, o cargo de chefe de escala da TAP – Air Portugal.

Monárquico convicto, colaborou bastas vezes em projetos inerentes à sua ideologia. Foi deputado pelo PPM à Assembleia Municipal de Angra do Heroísmo, em lista conjunta com outro partido, durante a liderança do arquiteto Gonçalo Ribeiro Telles. Era Sócio da Real Associação da Ilha Terceira. Integrou várias direções de instituições de índole cultural, recreativa, social e desportiva como Presidente do Clube Praiense, do Lawn Tennis Club e dos Rotários.

Foi um acérrimo defensor da nossa autêntica gastronomia, sobretudo dos pratos tradicionais. No tocante à doçaria da Terceira, conhecia-a como poucos e praticava a sua confeção, sobretudo de doces de ovos, não esquecendo o seu “doce de vinagre”, bem assim, o “arroz doce à moda da minha mãe”. Recordo, simultaneamente, as excecionais “papas grossas” em receita única, que elaborava no 1º de Maio, para quem o visitava nesse dia.

Chegou, a pedido do general Rocha Vieira e Ministros da República que lhe sucederam, a escolher e confecionar doces para receções a Chefes de Estado ou do Dia de Portugal no Solar da Madre de Deus.

Colaborou sobre esta temática, indicado pelo IHIT, na publicação “O Património perto de si – Entre o passado e o presente” da CRESAÇOR – Cooperativa Regional da Economia Solidária.

Gostava de livros, sobretudo de assuntos relacionados com os Açores e a sua história. Foi colecionador de antiguidades e objetos de arte.

Deixa viúva D. Maria Manuela Moreira da Silva Marques da Costa, natural de Paranhos, Porto, bacharel em pintura pela Escola Superior de Belas Artes do Porto, professora aposentada do ensino preparatório, com quem casou em 1975, em Loures. Fica ainda de luto seu filho Ricardo Marques da Costa Vieira de Areia, engenheiro civil pelo Instituto Superior Técnico (Universidade de Lisboa), delegado da Secretaria Regional dos Transportes e Obras Públicas na ilha da Graciosa, casado com D. Helena Maria de Araújo Correia, licenciada em Direito (Universidade de Coimbra), advogada em Sta. Cruz da Graciosa. Deixa ainda anojados, o Dr. Henrique Vieira da Areia e D. Orlanda Maria Serpa Vieira de Areia Palma, irmãos do finado.

À Família enlutada, as nossas sentidas condolências.

Jácome de Bruges Bettencourt

quarta-feira, 17 de outubro de 2018

Compilação da imprensa (80)

Os anteriores AQUI

Nos Biscoitos

Casa Agrícola Brum
com nova administração


No Jornal A União de 10 de Janeiro de 2007
Casa Agrícola Brum = 5 gerações (desde 1890) a produzirem vinhos tranquilos (de mesa) e licorosos (seco, meio seco e doce).
A Casa Agrícola Brum / Museu do Vinho dos Biscoitos não vive à custa de dinheiros públicos portugueses / europeus, por opção da família Brum.

Outras "Parras" :

Planta da Freguesia dos Biscoitos (ano 1830) aqui

Plantas Vasculares nas Vinhas dos Biscoitos (ano 1971) aqui.

"A vinha perde-se e a população nada ganha" (ano 1994) aqui.

"Região de Biscoitos, nos Açores - Casas em vez de vinhas" - Santos Mota (ano 1994) - aqui.

"Biscoitos: que futuro? "-José Aurélio Almeida (ano 1996) - aqui.

"As Vinha dos Biscoitos" -Bailinho de Carnaval da Freguesia das Fontinhas. (ano 1997) aqui.

Pisa e Mosto (1997) aqui

Sinónimos- Casta Terrantez da Terceira -Aqui

"Uma virada nos Biscoitos"(Açores)- (ano 1998) aqui.

O viticultor açoriano está envelhecido (ano 1998/99) aqui

“Provedor de Justiça dá razão à Confraria” (ano 1999) aqui.

“Museologia de Interpretação da Paisagem Ecomuseu dos Biscoitos, da ilha Terceira” - por Fernando Santos Pessoa (ano de 2001) aqui.

"Carta de risco geológico da Terceira" (ano ano 2001) aqui.

"Paisagem Báquica - Memória e Identidade" - Aurora Carapinha (ano 2001) aqui.

“A Paisagem Açoriana dos Biscoitos” - por Gonçalo Ribeiro Telles (ano 2002) aqui.

"Fadiga sensorial" (ano 2007) aqui.

"Defender curraletas!" (ano 2007) aqui.

"Tutores" (ano 2007) aqui.

"Rememorando as origens dos Biscoitos nos séculos XV e XVI"- por Rute Dias Gregório (ano 2008) aquiaqui e aqui.

“A Vinha, o Vinho dos Biscoitos e o Turismo” - por Margarida Pessoa Pires (ano 2009) aqui.


"O Aditivo"- por Francisco dos Reis Maduro-Dias -ano de 2009 Aqui

A Casa Agrícola Brum tem nova administração - ANO de 2010 AQUI

Biscoitos de Lava para os “sete magníficos” (ano 2011) aqui

"Acerca do vinho" -por Francisco Maduro-Dias (ano 2011) Aqui

Produtores engarrafadores e produção de vinho nos Biscoitos em 2012-  Aqui

Produção de vinho nos Biscoitos em 2015 - Aqui

Garrafa Comemorativa do 125.º Aniversário da Casa Agrícola Brum - 2015 - Video Aqui

segunda-feira, 1 de outubro de 2018

EFEMÉRIDES AÇORIANAS – OUTUBRO (10)


Angra do Heroísmo,12 de Outubro de 1998
Exposição no Palácio dos Capitães Generais :Evocação do Rei Liberal na Terceira.

1.1983- Nasce em Angra do Heroísmo, na Ilha da Terceira, Eliseu Pereira dos Santos destacado futebolista português.

2.2015- É inaugurada uma exposição de pintura “Art&amplitudes´em Titulo”do artista António de Oliveira Nunes  no Centro Cultural e de Congressos de Angra do Heroísmo.

3.1995-Tem início na ilha do Faial o IV Encontro de Médicos Veterinários dos Açores, Madeira e Canárias. 

4.1945- Mar alteroso entra na Vila da Calheta, ilha de São Jorge.

5. 2017- Realiza-se na vila das Lajes, concelho da Praia da Vitória, uma tourada à corda, sendo corridos quatro toiros do criador "João Gaspar Pai".

6.2009- Consignação do Passeio Marítimo da Freguesia dos Biscoitos, ilha Terceira - Valor da Empreitada: 711.979, 63 Euros.

7.2016- É apresentado no Salão Nobre dos Paços do Concelho da Praia da Vitória o livro “Contos do Rei Sei” de João Rodrigues.

8. 1943- A fim de darem início à construção da pista das Lajes, ingleses desembarcaram em Angra ( Porto das Pipas).

9.2015- Visita na Ilha Terceira a Adega da Casa Agrícola Brum/Museu do Vinho dos Biscoitos -propriedade da família Brum-  a conhecida Jornalista  e Crítica de Vinhos, Maria João de Almeida,tendo provado os vinhos produzidos e engarrafados nesta centenária casa agrícola açoriana, nomeadamente os vinhos tranquilos (vinhos de mesa) "Donatário" e "Da Resistência", assim como os licorosos  "Chico Maria" (seco, meio-seco e doce) bem como o "Brum", de maior idade.

10.2008- O Museu do Vinho dos Biscoitos (ilha Terceira) da centenária Casa Agrícola Brum é distinguido com o Troféu Internacional de Turismo, Hotelaria e Gastronomia, promovido pela Editorial Office e pelo Trade Leaders’ Club,que  distingue anualmente as empresas e instituições mais relevantes de todo mundo desta área.

11. 2017- Encerra em Amarante a Bienal Ibérica do Património Cultural. A Direcção Regional da Cultura participa com um stand, onde são promovidos todos os Museus dos Açores.

12.2013- É lançado na cidade de Ponta Delgada o livro de "Fátima Sequeira Dias “O Porto de Ponta Delgada”.

13.2017-Termina,o “I Encontro de Boas Práticas em Inventário Museológico: Desafios do património cultural”, uma organização da Câmara da Ribeira Grande e do CHAM – Centro de História d’Aquém e d’Além-mar repartido pelo Museu Vivo do Franciscanismo e Teatro Ribeiragrandense.

14.2016- Falece o ilustre açoriano  Victor do Carmo Cruz, o primeiro locutor oficial do Emissor Regional dos Açores e fundador do Centro do Emigrante Açoriano.

15. 2017- Termina em Angra do Heroísmo o 46.º Congresso Mundial das Academias do Bacalhau.

16.2016- Decorrem Eleições para a Assembleia Legislativa Regional dos Açores.

17.1905-É nomeado reitor da Universidade de Coimbra o ilustre açoriano, Manuel José de Arriaga Brum da Silveira e Peyrelongue, natural da cidade da Horta.

18. 1936- Vários fontanários são inaugurados na freguesia dos Cedros, ilha do Faial.

19.2009-Em cuidada publicação da responsabilidade do Instituto Açoriano de Cultura encontra-se nos escaparates das livrarias uma separata da revista “Atlântida” com um interessante trabalho intitulado “Cartas de Brasão d’Armas de Naturais e/ou Relacionados com os Açores” da autoria de Sérgio Avelar Duarte.

20.2017- Tem início em Ponta Delgada mais um festival de vinhos- O WINE IN AZORES

21. 2011- Realiza-se no Museu do Douro (Peso da Régua) o 2º Encontro de Museus da Vinha e do Vinho - Arquitectura e museus, presentes Vinhos de Verdelho dos Biscoitos.

22.-2016- São entregues os troféus do V Rali Ilha do Pico ‘Além Mar’.

23.2009-Abre em Ponta Delgada o “Wine Azores 09”, promovido e organizado pela Angular XXL.

24.1979- O ilustre jornalista, romancista, historiador(autor dos Anais do Município da Horta) Marcelino Lima dá nome a uma Rua da Horta por decisão da Câmara Municipal da mesma cidade.

 25.2009- O Jornalista Pedro Moura, da RTP-Açores, entrevista Teresa Lima, aquando da visita ao espaço "Verdelho dos Biscoitos nas Portas do Mar" no "Wine in Azores", em Ponta Delgada, para o  programa "Bom Dia Açores", de amanhã (26 de Outubro), sobre os Vinhos de Verdelho produzidos na ilha Terceira.

26.1996- A Confraria do Vinho de Verdelho dos Biscoitos está presente, em Guimarães em eventos ligados culturais ligados ao vinho, uma organização da Confraria do Vinho Verde.

27.1996- É lançado durante uma sessão Músico-literária na freguesia da Ribeira- Chã, concelho da lagoa, ilha de São Miguel, o livro Bispos Açorianos, da autoria do investigador terceirense Valdemar Mota.

28.2008-Na companhia da Professora Ana Margarida Dias Simões e de Verónica Margarida Cordeiro Machado, Assistente de Acção Educativa, 13 alunos do Colégio Divertilaxia da Praia da Vitória, vindimaram no Museu do Vinho dos Biscoitos da Casa Agrícola Brum Lda.

29.1953- É inaugurada a Casa do Povo da Fajã de Cima, ilha de S. Miguel.

30. 2015- É aberta a exposição “Maçonaria no século XXI – Do mito à realidade”, na Academia de Juventude e das Artes da ilha Terceira (AJAIT).

31. 1878- É Inaugurado em Ponta Delgada o Teatro Esperança.


Fonte: Arquivos de José da Silva Maya, Álvaro de Castro Meneses, “Revista Ilha Terceira” e “Almanaque Açores”.

segunda-feira, 17 de setembro de 2018

Compilação da imprensa (79)

o anterior  AQUI

125.º ANIVERSÁRIO DA
CASA AGRÍCOLA BRUM


Jornal da Praia -15 de Abril de 2015


Clicar para ler melhor

Casa Agrícola Brum = 5 gerações (desde 1890) a produzirem vinhos tranquilos (de mesa) e licorosos (seco, meio seco e doce).


A Casa Agrícola Brum / Museu do Vinho dos Biscoitos não vive à custa de dinheiros públicos portugueses / europeus, por opção da família Brum.

A Casa Agrícola Brum / Museu do Vinho dos Biscoitos não é uma filial da Secretaria da Agricultura dos Açores (. . .)


Outras "Parras" :

Planta da Freguesia dos Biscoitos (ano 1830) aqui

Plantas Vasculares nas Vinhas dos Biscoitos (ano 1971) aqui.

"A vinha perde-se e a população nada ganha" (ano 1994) aqui.

"Região de Biscoitos, nos Açores - Casas em vez de vinhas" - Santos Mota (ano 1994) - aqui.

"Biscoitos: que futuro? "-José Aurélio Almeida (ano 1996) - aqui.

"As Vinha dos Biscoitos" -Bailinho de Carnaval da Freguesia das Fontinhas. (ano 1997) aqui.

Pisa e Mosto (1997) aqui

Sinónimos- Casta Terrantez da Terceira -Aqui

"Uma virada nos Biscoitos"(Açores)- (ano 1998) aqui.

O viticultor açoriano está envelhecido (ano 1998/99) aqui

“Provedor de Justiça dá razão à Confraria” (ano 1999) aqui.

“Museologia de Interpretação da Paisagem Ecomuseu dos Biscoitos, da ilha Terceira” - por Fernando Santos Pessoa (ano de 2001) aqui.

"Carta de risco geológico da Terceira" (ano ano 2001) aqui.

"Paisagem Báquica - Memória e Identidade" - Aurora Carapinha (ano 2001) aqui.

“A Paisagem Açoriana dos Biscoitos” - por Gonçalo Ribeiro Telles (ano 2002) aqui.

"Fadiga sensorial" (ano 2007) aqui.

"Defender curraletas!" (ano 2007) aqui.

"Tutores" (ano 2007) aqui.

"Rememorando as origens dos Biscoitos nos séculos XV e XVI"- por Rute Dias Gregório (ano 2008) aquiaqui e aqui.

“A Vinha, o Vinho dos Biscoitos e o Turismo” - por Margarida Pessoa Pires (ano 2009) aqui.


"O Aditivo"- por Francisco dos Reis Maduro-Dias -ano de 2009 Aqui

A Casa Agrícola Brum tem nova administração - ANO de 2010 AQUI

Biscoitos de Lava para os “sete magníficos” (ano 2011) aqui

"Acerca do vinho" -por Francisco Maduro-Dias (ano 2011) Aqui

Produção de vinho nos Biscoitos em 2015 - Aqui

Garrafa Comemorativa do 125.º Aniversário da Casa Agrícola Brum - 2015 - Video Aqui