terça-feira, 15 de Abril de 2014

VINUM CULTURAE NOSTRAE EST


O Director da BPARAH abrindo a sessão

«Inaugurada sob a divisa VINUM CULTURAE NOSTRAE EST (O Vinho é da Nossa Cultura), encerra amanhã, dia 16, na Biblioteca Pública e Arquivo Regional de Angra do Heroísmo a exposição rótulos de vinhos produzidos nos Açores que teve a sua abertura no passado dia 20 de Março de 2014.

Recorda-se que, na ocasião, foi proferida pelo experimentado e reconhecido enólogo, Engº Miguel Amorim, uma conferência, muito apreciada e aplaudia, na qual o orador tratou do histórico da produção vitivinícola regional, das suas vicissitudes ao longo dos tempos, no passado e no presente, e dos seus progressos tecnológicos e conquistas mais recentes no campo da qualidade, assim como das formas corretas de consumo deste alimento sui generis e da sua adequada degustação.»
Fonte: BPARAH

terça-feira, 1 de Abril de 2014

EFEMÉRIDES AÇORIANAS – ABRIL (6)

As anteriores aqui

Farmácia Angrense de José Maia – actual Pastelaria Athanásio - Rua da Sé

1.1964 – Nasce, às 13 horas, na Canada da Vassoura, freguesia da Serreta, concelho de Angra do Heroísmo, Rosa Maria Silva, “A Azoriana”, distinta poetisa e cantadeira/improvisadora.

2.1902- É nomeado fiscal das Obras Municipais d’ Angra o Sr. Augusto Fournier Monteiro.

3.1902- Existem na Diocese d’Angra 388 padres.

4.1900- É aprovado em reunião do Município de Angra, o concurso para o empréstimo ao comendador João Jorge da Silveira e Paulo pelo juro de 6,5%. Concorreram também as 3 caixas económicas angrenses prestando cada uma a fazer a transacção, tomando o empréstimo a 6,5%. O lucro que advém á municipalidade aceitando a proposta do Sr. Comendador Silveira e Paulo é de 3.557#920 réis ao terminar o pagamento do seu compromisso em 1916.

5.1902- A Fábrica de Tabacos Micaelense tem no mercado três novas marcas de charutos de alta qualidade: “Antero de Quental”, a 20 reis, “José Jácome”, a 25 reis e “Ernesto do Canto”, a 30 reis.

6. 1978- É criado na ilha Graciosa o Rancho Folclórico da Casa do Povo de Guadalupe.

7.1903- Encontra-se em Angra (Teatro Angrense) a companhia russo – chino - japonês -espanhola, sob a direcção artística do Sr. Stark.

8. 1902- O município angrense decide que a partir de agora os guardas dos mercados e passeios usem, como distintivo, de boné uniforme, tendo o emblema municipal e as iniciais C. M.

9.1901- A produção de vinho, vinagre e de aguardente este ano na ilha de S. Jorge – concelho da Calheta- vinho branco:18.000litros, tinto:14.000 litros, vinagre: 2.000; aguardente:16.000 litros. Concelho das Velas- Vinho branco:4.000 litros; tinto: 8.000 litros

10.1902- A Câmara Municipal de Angra resolve fechar o Mercado Duque de Bragança nos dias santos às 15horas. Atá agora encerrava com as Trindades.

11.1903- Estreia-se no Teatro Paliteama Bolgona, em Godogo, Itália, o barítono João dos Reis das Neves, natural da Praia da Vitória.

12.1903- Encontra-se em Angra do Heroísmo o Sr. Adolfo Waddington, sócio do “Teatro D. Amélia”.

13.1903- As fábricas de Lacticínios da ilha Terceira compram o leite a 50 reis cada litro.

14.1903- A Junta da Paróquia da freguesia do Raminho, na ilha Terceira, representa superiormente para que a freguesia seja dotada com um pequeno porto.

15.1903- A produção de linho no distrito em 1902 foi de 16. 140 Kilos assim distribuídos: concelho de d’Angra 7.210 kilos; Praia da Vitória 4.000 kilos; Velas 4.000; Calheta 330 kilos; Santa Cruz da Graciosa 600 kilos ao preço respectivamente de 430, 400,400, 600 e 700 reis.

16.1903- É transferido da Comarca de Évora para a de Angra o Juiz de Direito Dr. José Martiniano Dias da Silveira.

17.2008 - Decorre no Palacete Silveira e Paulo de Angra do Heroísmo, a apresentação da obra “A Maçonaria Portuguesa e os Açores 1792 | 1935″, da autoria de António Lopes com um destaque especial para os Açores.

18.1903- Na ilha Terceira a manteiga proveniente da indústria caseira é vendida entre 560 a 600 reis o quilo. A das fábricas de lacticínios a 800 reis.

19.1902- A Associação dos Bombeiros Voluntários de Angra vota a dissolução da corporação e entrega as chaves do quartel e inventário do material.

20. 1902- O depósito da Fábrica de Tabaco Micaelense na Rua da Sé vende enxofre para vinhas , vindo directamente de Inglaterra.

21.1900 – Principiam, em Angra do Heroísmo, as obras para a construção do Palacete Silveira e Paulo. A empreitada da obra é da responsabilidade do Sr. João da Ponte.

22. 1818- Falece em Angra o bispo desta diocese D. Alexandre da Sagrada Família. Era natural da cidade da Horta, ilha do Faial.

23. 1901- É nomeado subdelegado de saúde no concelho da Calheta, ilha de S. Jorge, o médico municipal Dr. Ricardo José Vera Cruz.

24.1903- O Prelado Açoriano por ocasião da Semana Santa distribuiu o donativo de 50#000 reis por diversas instituições angrenses entre as quais o Asilo de Infância Desvalida, Asilo de Mendicidade, Hospital de Santo Espírito, Cozinha Económica e Orfanato Beato João Baptista Machado.

25-1902- Chegam a Angra as irmãs de S. José de Cluny para o serviço do Hospital de Santo Espírito.

26- 1848- A corveta sueca “Nayade” está no porto da Horta.

27.1902- É incumbido a uma firma belga o projecto das obras e orçamento de materiais a importar para as obras do Hospital de Santo Espírito da ilha Terceira.

28. 1920- É licenciada, em Angra do Heroísmo, a Farmácia Angrense de Miguel Maia, sita na Rua da Sé 128-130 e 132.

29.1902- A Câmara Municipal de Ponta Delgada entrega ao corpo de bombeiros voluntários todo o seu material de incêndios.

30. 1903- Vinda de Ponta Delgada, onde realizou espectáculos, está em Angra a Companhia de Circo Equestre, encontrando-se em terrenos do Sr. João Machado Gomes, na rua do Marquês.

Fonte: Memória sobre a ilha Terceira – Alfredo da Silva Sampaio – 1904; Memória da Visita Régia à Ilha Terceira - Alfredo Luís Campos -1903; Apontamentos/arquivo de Álvaro de Castro Meneses e de José da Silva Maya

sexta-feira, 14 de Março de 2014

Conferência pelo Enólogo Eng.º Miguel Amorim e Exposição de Rótulos de Vinhos Regionais na Biblioteca Pública e Arquivo Regional de Angra do Heroísmo


  
 "Sob o lema «Vinum Culturae Nostrae Est», abre no dia 20 de Março, às 18H00, na Biblioteca Pública e Arquivo Regional de Angra do Heroísmo uma exposição de rótulos de garrafas de vinhos regionais, maioritariamente provenientes da coleção Luís Mendes Brum, gentilmente cedidos pelo colecionador para este efeito. 

 Esta mostra é complementada com rótulos recentes da Adega Cooperativa dos Biscoitos C. R. L.e dos produtores Dimas Simas Lopes, José Manuel Mendonça Machado de Sousa e Rufino Simas, todos eles produtores da Verdelho dos Açores

 Na ocasião o enólogo Eng.º Miguel Amorim proferirá uma conferência sobre os vinhos regionais e sobre a forma correta de consumir vinho e de o apreciar, no final da qual haverá lugar a uma degustação comentada pelo conferencista, na qual estarão representados, juntamente com a Casa Agrícola Brum, os sobreditos produtores."

 Fonte: BPARAH


sábado, 1 de Março de 2014

EFEMÉRIDES AÇORIANAS – MARÇO (6)

As anteriores » aqui


1. 2009- É fundada na Covoada, Ilha de São Miguel, a Coudelaria Barbosa

2.1901- O concelho da Praia da Vitória produziu no ano passado 6.000 litros de nozes e 40-000 litros de castanhas.

3.1901- Realiza-se na cidade d’Angra a procissão dos Passos. Faz parte da guarda d’honra uma força de infantaria sob o comando do capitão Tomás Soares. 

4.1902- Deixa de ser editado na tipografia Sousa&Andrade o “Açoreano Liberal”.

5.1901- No passado ano emigraram do distrito de Angra 1.230 pessoas. O Brasil e Estados Unidos da América do Norte foram os principais destinos.

6. 1902- É nomeado ajudante de campo do general Pimenta de Castro o capitão Francisco Gomes.

7.1902- É colocado na bateria de artilharia de guarnição da ilha Terceira o 1.º Tenente José Pedro Soares.

8. 1900- Rumo ao Brasil, toca o porto de Angra o vapor “Amazonas”.

9. Nasce na ilha do Pico José Machado Serpa, magistrado e jornalista.

10. 1901- Chega a Angra o comandante militar dos Açores General Pimenta de Castro. 

11.1901- O ilustre médico Dr. José de Lacerda, natural da ilha de S. Jorge, publica o livro “Esboços de Patologia Social”. 

12.1848- O brigue inglês “Ranec” encontra-se no porto da Horta.

13.1879- Príncipe Alberto Honoré Charles, Príncipe de Mónaco, visita a ilha de S. Miguel.

14.1902- A ilha de São Jorge tem licenciadas 4 canoas baleeiras, a Terceira 5 e a Graciosa 3.

15.1903- O director da alfandega d’ Angra, conselheiro Xavier Teixeira, apreendeu uma pipa de ácido acético, importada quiçá com o intuito de fabricar vinagre.

16.1901- É nomeado ajudante de campo do comandante militar dos Açores General Pimenta de Castro o tenente de artilharia José Pedro Soares

17.1902- Está pronta a planta do Hospital de Angra, trabalho do desenhador da Junta Geral Sr. Abraham Abohbot, que gentilmente a ofereceu à respectiva administração.

18.1902- É nomeado interinamente mestre da Capela da Sé d’Angra o padre Nascimento, em virtude do padre José Pedro Soares não poder ocupar aquele cargo que desempenhou por muitos anos.

19.1901- Chega a Ponta Delgada, com destino aos E. U. da América do Norte, o vapor “Peninsular”.

20.1093- Chega a Angra parte do equipamento tipográfico para as novas oficinas da tipografia Sousa&Andrade a abrir na Rua Direita. 

21.1903- O Sr. Manuel dos Reis e Almeida passa a dirigir as análises da estação químico-agrícola da Junta Geral do distrito de Angra do Heroísmo.

22. 1902- A comissão distrital de Angra manda efectuar o estudo do segundo troço da estrada central, da Barraca ao Pico da Bagacina e de um ramal da Caldeira à Ribeirinha.

23. 1902- A junta geral fornece plantio de vinha a viticultores na ilha Terceira: enxertos 3.109, barbados 2. 880, bacelos100 – na ilha Graciosa: enxertos 300. barbados 15.400, bacelos 10.500. Ficam plantados no viveiro da ilha Graciosa 23.000 bacelos.

24.1903- O posto hípico da Junta Geral d’Angra recebe o cavalo reprodutor, “Fellash”, de raça indo-árabe.

25.1903- O ano passado o concelho da Calheta (ilha de S. Jorge) produziu 60 quilos de cera e 380 quilos de mel de abelhas, respectivamente a 400 e a 800 reis cada quilo.

26. 1903- É distribuído em Lisboa o primeiro fascículo do “Album Açoriano”.

27.1900 – O chá preto produzido na ilha de São Miguel é comercializado em Angra do Heroísmo a 2#000 reis o quilo. 

28.1835- É decretada a autonomia administrativa aos distritos insulares.

29.1903- É promovido a Juiz da relação de Ponta Delgada o Dr. José Bettencourt da Silveira e Ávila.

30.1958- Falece em Angra do Heroísmo o Dr. Manuel de Sousa Meneses, médico militar, político e historiador, natural do Cabo da Praia, ilha Terceira.

31.1936- Falece Emídio Lino da Silva Júnior, engenheiro militar e político.

Fonte: Memória sobre a ilha Terceira – Alfredo da Silva Sampaio – 1904; Memória da Visita Régia à Ilha Terceira - Alfredo Luís Campos -1903; Apontamentos/arquivo de Álvaro de Castro Meneses e de José da Silva Maya

domingo, 23 de Fevereiro de 2014

ATLântida - Revista de Cultura 2013


 A capa, contracapa e separadores interiores da ATL 2013 é marcada pelos trabalhos de Luís Brum, realizados e expostos no Instituto Açoriano da Cultura em Maio de 2013. Foi através do convite do  Director do IAC, Eng.º. Paulo Raimundo e do Arq. Luís Bettencourt que se desenvolveu um conjunto de acções como o mural da Rua de São João e Exposição "...Entre Linhas e Letras".

terça-feira, 18 de Fevereiro de 2014

Saga Sapphire

na Praia da Vitória



Pelas 07h30 de hoje o navio de cruzeiro Saga Sapphire atracou, com a ajuda do “O Bravo”, na doca do porto da Praia da Vitória. Os seiscentos passageiros, na maioria de nacionalidade britânica visitaram nos Biscoitos a Calheta e o Museu do Vinho da Casa Agrícola Brum, entre outros locais da ilha Terceira. 


sábado, 1 de Fevereiro de 2014

EFEMÉRIDES AÇORIANAS - FEVEREIRO (6)

As anteriores aqui

Angra do Heroísmo - Rua Direita

1.1899- A contribuição de rendas de casa, liquidada, neste ano foi: Angra, 27.455#195 reis; Praia (Terceira), 16:103#773 reis; Velas (S. Jorge), 189#911 reis; Calheta (S. Jorge), 61#22; Santa Cruz (Graciosa), 246#120 reis.


3.1900- O Sr. Capitão Francisco de Paula Rego e sua irmã oferecem o terreno para a construção do Império do Espírito Santo, junto à sua casa, na Rua D. Carlos, actual Rua da Guarita.

4. 1901- As horas de serviço das alfândegas açorianas: Entrada 10 horas da manhã e saída às 4 da tarde.

5.1901- O Concelho da Calheta, ilha de São Jorge, produziu durante o ano findo 70 quilos de cera e de mel 460 quilos, produtos vendidos no mercado local a 400 e 800 reis.

6. 1900 – Realiza-se no Palácio de São Pedro, em Angra do Heroísmo, o baile dos condes Sieuve de Menezes para assinalar o aniversário natalício da mãe do ilustre titular a Sr.ª condessa de Sieuve de Meneses.

7. 1889- Entra em vigor a lei regula, que pune e maltrata os animais. O artigo 182 proíbe maltratar os animais e o artigo 183 proíbe também o emprego de animais feridos ou extenuados no serviço de tracção. 

8. 1922- Manuel Gonçalves Toledo Brum, natural da freguesia das Fontinhas, casa na Ermida do Espírito Santo, freguesia dos Biscoitos, com Rita de Cássia Linhares, natural de S. Brás.

9.1901- Realiza-se, na paróquia de S. Pedro de Angra do Heroísmo, o casamento da D. Maria Benedita Sieuve de Meneses Lemos e Carvalho de Sá Coutinho, filha dos condes de Sieuve de Meneses, com o Dr. Manuel Vitorino de Bettencourt.

10. 1901- Chegam as árvores adquiridas pela Câmara d’Angra a fim de serem plantadas na rua conselheiro Nicolau Anastácio e avenida conde Sieuve de Meneses.

11. 1901- O vapor “Peninsular”perde a hélice durante a viagem para a América, a 1.200 milhas dos Açores. 

12. 1903- O vapor “Funchal” sofre um pequeno rombo à sua chegada à ilha Graciosa, arribando ao porto da Horta onde será reparada a avaria.

13. 1900- O estabelecimento de carruagens de José Ferreira Paim, na Rua Infante D. Henrique, vulgo, Rua da Palha, em Angra do Heroísmo, continua a fazer serviço a preços muito baratos a qualquer hora do dia ou da noite.

14. 1901- A firma Costa & Costa apresenta à Câmara Municipal d’Angra uma proposta para a iluminação da cidade utilizando o gaz acetilene. 

15.1865- O governo manda construir um muro de cais na costa da baía d’Angra, entre o matadouro e o Porto das Pipas

16. 1900- Um grupo de cavalheiros que pertencem à estudantina de que o Sr. Dr. Manuel António Lino Jr. é presidente, vão a casa deste tocando alguns trechos de música. De registar que o Dr. Lino regressou há poucos dias de uma missão cientifica a França, Espanha e Inglaterra.

17. 1918- Morre em Macau D. João Paulino de Azevedo e Castro, natural das Lajes, Ilha do Pico.

18.1900- Encontra-se paralisada a exportação para a Inglaterra do Ananás produzido na ilha de São Miguel.

19. 1893- O Dr. Mont’Alverne de Sequeira lança, duma tribuna em Ponta Delgada, a ideia da Livre Administração dos Açores. 

20. 1903- O lavrador Sr. Jacinto de Sousa abre em Angra, na Rua da Esperança n.º 22, um depósito para venda de leite fresco vindo directamente das suas vacas. 

21. 1900- “Au Bom Marchê”, de Manuel Constantino de Sousa Ennes, na Rua da Sé, tem chapéus de côco em liquidação, a 125, 250 e 375 reis.

22.1900- A Mercearia de Ernesto de Freitas, sita na Rua da Sé, tem à venda vinho da lavra do Sr. Visconde das Mercês, vinhos das ilhas do Pico e da Graciosa, assim como queijo da terra a 440 e 560 reis o quilo.

23-1903- Realiza-se no Teatro Angrense uma festa promovida por alguns sócios do Lawn Tennis Club. O programa inclui baile infantil, comédias, pantomimas, entre outras diversões do período folgazão da época carnavalesca. 

24. 1878- Nasce na freguesia das Cinco Ribeiras, concelho de Angra do Heroísmo, José Ferreira de Carvalho, “O José Samacaio”, cantador/improvisador, dedicando principalmente às “Velhas”, 

25. 1902- Durante este ano foram caçadas nos mares dos Açores 102 baleias no valor de 21:866#5000 reis (47.346.929 litros de óleo.)

26. 1900 – A loja de José Maria da Costa, na Rua de Santo Espírito em Angra do Heroísmo, vende café brasileiro, a 600 reis o quilo.

27.1848- Procedente da ilha de S. Miguel encontra-se na Horta a escuna “Açor”.

28. 1901- A mesa da Ordem de S. Francisco da cidade d’Angra recebe protestos por ter deixado sair na procissão do passado dia 24 uma escultura recentemente restaurada e… modificada.

Fonte: Memória sobre a ilha Terceira – Alfredo da Silva Sampaio – 1904; Memória da Visita Régia à Ilha Terceira - Alfredo Luís Campos -1903; Apontamentos/arquivo de Álvaro de Castro Meneses e de José da Silva Maya