terça-feira, 13 de outubro de 2020

COMPILAÇÃO DA IMPRENSA (101)

Os anteriores AQUI

 

CASTAS NA ILHA DO PICO EM 1885

In NOTAS AÇORIANAS

Por: Ernesto Rebello
1885 Ponta Delgada - Ilha de S. Miguel
Tipografia do Arquivo dos Açores
(Typ.do Archivo dos Açores)


O agora "Arinto dos Açores" entrou nas Ilhas açorianas pela Ilha de São Jorge onde é conhecido pelo "Verdelho de S. Jorge". Na Ilha Terceira através do viticultor da Fajã de S. João (Ilha de S. Jorge) Dr. Homem de Noronha que deu a Francisco Maria Brum (In Diário de Angra), tomando o nome nesta Ilha de "Terrantez da Terceira" e quando foi para a Ilha do Pico (Ernesto Rebello nas Notas Açorianas publicado em 1885 ainda não refere a casta na Ilha Montanha), os picoenses apelidaram-na de "Arinto".

As castas referidas na Ilha do Pico por Ernesto Rebello em 1885 não menciona uma casta "Arinto". No entanto, caso queiramos divagar no tempo,  a introdução da cultura da  vinha na Ilha Pico não foi tarefa fácil, inclusive alguns naturais da Ilha Terceira foram colaborar nesses trabalhos. Quem sabe se algum terceirense terá levado a "Terrantez da Terceira", actual "Arinto Açores"...(?).

Actualmente, com a recuperação de centenas de hectares de currais na Ilha do Pico também terceirenses estão colaborando nesses trabalhos, quiçá algum deles tenha levado das vinhas picoenses para a Ilha Terceira alguns enxertos da Verdejo...(?).

Nos Açores existem 4 castas distintas: O Verdelho Antigo; o Verdelho dos Açores; o Arinto Antigo (AA CA CAB) e o Arinto dos Açores...

Até 2012, o nome oficial da casta era "Terrantez da Terceira", tendo sido alterado para "Arinto dos Açores" pela Portaria nº 380/2012 de 22 de Novembro do Ministério de Agricultura, do Mar, do Ambiente e do Ordenamento do Território.

Outras "Parras" :

Planta da Freguesia dos Biscoitos (ano 1830) aqui

Plantas Vasculares nas Vinhas dos Biscoitos (ano 1971) aqui.

"A vinha perde-se e a população nada ganha" (ano 1994) aqui.

"Região de Biscoitos, nos Açores - Casas em vez de vinhas" - Santos Mota (ano 1994) - aqui.

"Biscoitos: que futuro? "-José Aurélio Almeida (ano 1996) - aqui.

"As Vinha dos Biscoitos" -Bailinho de Carnaval da Freguesia das Fontinhas. (ano 1997) aqui.

Pisa e Mosto (1997) aqui

Sinónimos- Casta Terrantez da Terceira -Aqui

"Uma virada nos Biscoitos"(Açores)- (ano 1998) aqui.

O viticultor açoriano está envelhecido (ano 1998/99) aqui

“Provedor de Justiça dá razão à Confraria” (ano 1999) aqui.

“Museologia de Interpretação da Paisagem Ecomuseu dos Biscoitos, da ilha Terceira” - por Fernando Santos Pessoa (ano de 2001) aqui.

"Carta de risco geológico da Terceira" (ano ano 2001) aqui.

"Paisagem Báquica - Memória e Identidade" - Aurora Carapinha (ano 2001) aqui.

“A Paisagem Açoriana dos Biscoitos” - por Gonçalo Ribeiro Telles (ano 2002) aqui.

"Fadiga sensorial" (ano 2007) aqui.

"Defender curraletas!" (ano 2007) aqui.

"Tutores" (ano 2007) aqui.

"Rememorando as origens dos Biscoitos nos séculos XV e XVI"- por Rute Dias Gregório (ano 2008) aquiaqui e aqui.

“A Vinha, o Vinho dos Biscoitos e o Turismo” - por Margarida Pessoa Pires (ano 2009) aqui.


"O Aditivo"- por Francisco dos Reis Maduro-Dias -ano de 2009 Aqui

A Casa Agrícola Brum tem nova administração - ANO de 2007 AQUI

Biscoitos de Lava para os “sete magníficos” (ano 2011) aqui

"Acerca do vinho" -por Francisco Maduro-Dias (ano 2011) Aqui

Produção de vinho nos Biscoitos em 2015 - Aqui

Garrafa Comemorativa do 125.º Aniversário da Casa Agrícola Brum - 2015 - Video Aqui



Sem comentários: